O #Insólito ocorreu na noite da passada segunda-feira, 7 de Março. Uma mulher embarcou num voo da Air France em Istambul, com destino a Paris, com um bebé no interior de um saco de mão. O caso foi descoberto durante a viagem por um passageiro. A tripulação encaminhou a mulher e o passageiro “clandestino” para uma zona reservada e alertou as autoridades francesas a quem entregou a mulher e o bebé à chegada a Charles de Gaulle, em Paris.

Uma situação insólita ocorreu durante o voo AF1891 que ligou os aeroportos Ataturk (Istambul) e Charles de Gaulle (Paris). Depois de cumprida mais de metade da viagem, um passageiro apercebeu-se que algo se mexia no interior de um saco de mão de uma mulher que viajava ao seu lado.

Publicidade
Publicidade

O homem contou ao site planet.fr que a mulher tentou abrir o seu saco, tendo naquele momento verificado que algo se movimentava no seu interior. Estranhando a situação, o passageiro alertou uma hospedeira, tendo então sido descoberta a presença do bebé, que deveria ter entre um ou dois anos de idade.

A tripulação acabou por encaminhar a mulher e a criança, que aparentava estar bem de saúde, para uma zona isolada do avião, onde permaneceu até final da viagem. Segundo o mesmo passageiro, nem o comandante nem as hospedeiras prestaram quaisquer informações sobre o assunto, embora o caso tenha sido comentado entre os passageiros que não esconderam o seu estado de choque perante o sucedido. Até porque se aperceberam das movimentações no interior do avião quando a mulher foi transferida do seu lugar para uma nova zona.

Publicidade

O planet.fr refere que a companhia de aviação francesa confirmou, através de uma nota à imprensa, a presença de uma criança “sem bilhete” naquele voo. Contudo, o porta-voz da Air France não esclareceu em que circunstâncias o bebé foi colocado na bagagem de mão da passageira e como conseguiu embarcar, passando despercebido por todos os controlos. A companhia aérea adianta que solicitou a presença das autoridades à chegada do voo e garantiu total cooperação no processo de investigação. Um processo que procurará esclarecer todas as circunstâncias sobre aquele caso insólito.