Depois de 88 anos sem que nenhum presidente norte-americano visitasse a ilha de Cuba, Barack Obama aterrou ontem (20 de março) em Havana, acompanhado pela esposa, Michelle Obama, as duas filhas e a sogra. O líder dos Estados Unidos da América confirmou que a sua visita à Cuba tem como objectivo estabelecer novos laços políticos e comerciais com este país. 

A família presidencial foi recebida pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros de Cuba. Usando a rede social Twitter, Obama saudou os cubanos em espanhol e mostrou o seu entusiasmo em poder estar em território cubano. Na pequena mensagem disse também que anseia ouvir e estar com o povo cubano. 

A primeira paragem de Barack foi na embaixada norte-americana recém-inaugurada na ilha.

Publicidade
Publicidade

Durante o discurso que fez Obama disse: "Em 1928, o Presidente Coolidge veio num navio de guerra, levou 3 dias para chegar aqui, mas eu levei apenas 3 horas. Esta é uma visita histórica e uma oportunidade histórica para falar directamente com o povo cubano, para estabelecer novos acordos e negócios comerciais, para edificar novos laços entre os dois povos e para expor a minha visão para um futuro mais promissor do que o nosso passado".

Depois do discurso, Obama começou a sua visita pelo centro histórico de Havana. Dirigiu-se primeiro para a Plaza de Armas, seguiu-se o mercado da cidade, onde fez uma paragem para ver um quadro do presidente americano Abraham Lincoln.

Apesar do tempo de chuva, um pequeno grupo de pessoas esperava pelo presidente e pela sua família junto à Catedral. Obama foi recebido na catedral pelo Cardeal Ortega.

Publicidade

De acordo com as informações divulgadas na Edição da Manhã da SIC, o cardeal tem sido uma peça-chave no reatar das relações diplomáticas

Horas antes da chegada do presidente norte-americano, a polícia tinha prendido 50 pessoas nas ruas de Havana. Estas pessoas, que entretanto já terão sido libertadas, pertencem a um grupo opositor do regime de Raúl Castro, denominado Damas de Branco. A líder do movimento tinha encontro marcado com Obama. 

O presidente norte-americano tem esta segunda-feira, 21 de Março, uma reunião marcada com o líder cubano Rául Castro.  #Política Internacional #EUA