Hillary ganhou nesta última terça-feira no Arizona com quase 58% dos votos contra 40% de Bernie Sanders, mas existem suspeitas sobre a legitimidade deste resultado.. O Arizona era o estado mais importante a ir a votos, com 75 delegados e 10 superdelegados, que são representantes do partido com liberdade de voto, mas que têm votado em larga maioria por Hillary Clinton. Esta vitória deu a Hillary uma vantagem ainda mais confortável, apesar das vitórias esmagadoras de Sanders no Idaho e no Utah; as poucas sondagens apontavam uma corrida disputada nestes dois estados mas Sanders conseguiu 78% no Idaho e 79% no Utah.

Uma "thread" na rede social Reddit, autoria de um utilizador que assina "Bernie4Ever", levantou várias questões. Houve votação recorde em todos os três estados, incluindo no Arizona, mas mesmo assim nem toda a gente conseguiu votar, muito por culpa da falta de locais de voto.

Publicidade
Publicidade

No condado mais populoso os locais de voto passaram de 200 em 2008 para 60 agora (nas eleições de 2012 Obama concorreu praticamente sozinho pela nomeação democrata) Esta redução substancial no número de locais de voto favoreceu o aumento das filas para votar mas também prejudicou a ida das pessoas a votar.

Muitas pessoas sem meios suficientes para se deslocarem tão longe para ir votar acabaram por não o fazer, por culpa dos poucos locais de voto. E mesmo muitos dos que foram votar, além de terem esperado até 4 horas, acabaram por não conseguir fazê-lo. Isto porque foram identificados como independentes ou republicanos, sendo as primárias democratas no Arizona fechadas e tornando só possível aos democratas votar nelas; isto, apesar de se terem registado como democratas anteriormente.

Esta situação já começa a provocar revolta e até uma petição foi lançada a pedir uma investigação em relação ao caso.

Publicidade

Milhares denunciam não ter conseguido votar, e a maioria dos que não conseguiram votar eram apoiantes de Bernie Sanders, sendo que, caso tivessem conseguido votar, a corrida teria sido muito mais disputada. Mas há um facto que levanta ainda mais a polémica: uma espécie de votação feita pelo site "The Daily Courier" com alguns dos votantes no condado de Yavapai mostrou Sanders a liderar com 63% dos votos, mas os resultados oficiais vieram mostrar Hillary a liderar com 53% dos votos nesse condado. Mas não é tudo, uma projeção feita por um analista americano, Tyler Pedigo, que curiosamente tem conseguido projeções muito próximas aos resultados reais e quando falha é por muito pouco, acertou nas vitórias claras de Sanders no Utah e no Idaho mas no Arizona onde usou o mesmo sistema que em todos os outros estados para que fez projeções apontou 56% para Sanders porém isso não aconteceu, talvez esta possível fraude possa ser uma explicação.

A petição que pretende uma investigação aos resultados das primárias democratas no Arizona e à forma como decorreu a votação reúne nesta altura 70.497 assinaturas.

Publicidade

Para receber uma resposta da Casa Branca precisa de reunir 100 mil assinaturas ou seja está a 29.503 assinaturas desse objectivo. Contando com os resultados oficiais, a corrida Democrata está a ser liderada por Hillary com 1.223 delegados contra 920 de Sanders; em superdelegados Hillary tem 467, enquanto Bernie conta apenas com 26. #Política Internacional #EUA #Eleições Americanas