O vice-presidente brasileiro está mais próximo de vir a ser o líder do país, após a autorização da abertura do processo de destituição de Dilma Rousseff pela Câmara de Deputados neste domingo (17 de abril), com 367 votos a favor e 137 contra. Ainda antes da destituição, Temer enviou uma mensagem por engano, em que afirmava que era "preciso um Governo de salvação nacional e, portanto, de união nacional". O que revelava já ser um forte apoiante da destituição, mesmo antes da votação.

No processo de impeachment a Presidente Dilma é acusada de ter violado a lei orçamental. Se a apreciação do Senado Federal, que poderá ser só conhecida em Maio, confirmar a acusação, Dilma Rousseff poderá ir a julgamento.

Publicidade
Publicidade

Caso Dilma seja considerada culpada, Temer ficará como chefe de Estado até ao final do mandato. Isto se não forem marcadas eleições antecipadas. 

De acordo com uma sondagem de opinião divulgada nesta segunda-feira pelo jornal Folha de São Paulo, a rejeição de Temer pelos brasileiros é muito significativa, tanto pelos movimentos que pediam a destituição da Presidente Dilma Rousseff, como pelos que estavam contra. Isto pode significar que neste momento a mudança do Brasil está além da liderança política.

Segundo Ian Bremmer, presidente e fundador da consultora de risco político Eurasia, caso Temer assuma o poder haverá um pequeno período de “lua-de-mel”, mas que não irá durar muito. Os problemas estruturais da economia brasileira permanecem iguais e uma mudança na liderança política não muda isso.

Publicidade

Quem é Michel Temer? 

Nasceu em 1940 em São Paulo e formou-se em Ciências Políticas e Sociais. 

É ex-presidente do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Foi eleito três vezes para a presidência da Câmara de Deputados. Renunciou em 2010, para assumir o cargo de vice-presidente da República no governo de Dilma. Em 6 de agosto de 2015 Michel Temer reconheceu a gravidade da crise política e disse é era preciso “alguém que tivesse a capacidade de unir o país".

Em 2012 recebeu o título de Doutor Honoris Causa em Direito pelo Instituto de Direito Público. #Política Internacional