Há uma notícia que está a chocar o Brasil e começa a ser agora divulgada um pouco por todo o mundo. Uma menor terá sido vítima de uma violação colectiva. Ao todo terão sido 30 os homens que se aproveitaram do estado inconsciente da jovem. Os homens terão fotografado e filmado tudo e ainda colocaram as imagens online. O caso que está a ser divulgado pela imprensa brasileira e estrangeira terá acontecido na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Segundo os últimos relatos, uma jovem de 16 anos, dependente de drogas, terá sido abusada sexualmente por cerca de 30 homens. Segundo escreve o site Notícias ao Minuto, que cita a BBC, “o acto teve lugar numa zona pobre do Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

A rapariga, que namorava com um rapaz de 20 anos, foi dormir a casa dele e quando acordou no domingo tinha 30 homens à sua volta”.

O caso terá acontecido no último fim de semana, mas só agora se tornou do conhecimento público, depois de alguns dos homens que participaram neste acto terem publicado no Twitter imagens e vídeos do que fizeram, entretanto retirados pela própria rede.

Até ao momento a Polícia já conseguiu identificar quatro suspeitos, entre eles o namorado da vítima, Lucas Duarte Santos. Segundo avança o Correio da Manhã, para além do namorado, considerado como o autor decisivo do #Crime, foram ainda identificados outros três homens, de 18, 20 e 41 anos, respectivamente.

A jovem, que foi espancada e drogada, esteve poucos momentos consciente. Com a ajuda de um agente comunitário, a jovem conseguiu sair da casa e foi transportada para o hospital, onde foi medicada para evitar possíveis doenças sexualmente transmissíveis.

Publicidade

Nas #Redes Sociais começam a surgir várias mensagens de repúdio para com toda esta situação. A situação está ainda ganhar outros contornos, uma vez que o Brasil irá acolher em breve os Jogos Olímpicos, sendo esperados milhares de turistas.

Esta não é a primeira vez que surge na imprensa casos graves como o que agora aconteceu. No Brasil começam a ser cada vez mais frequentes casos de violação colectiva.