A icónica mansão que foi o lar de Elvis e da sua família durante 20 anos é uma das casas mais conhecidas do mundo, ao lado da Casa Branca e do Palácio de Buckingham. Fica em Memphis e abriu ao público no dia 7 de junho de 1982. Desde então não tem parado de receber visitantes provenientes de mais de 140 países, Portugal incluído. No dia 3 de maio atingiu os 20 milhões de visitantes.

Tiffany Greenoak, de 31 anos, residente em Londres, foi a visitante número 20.000.000 na manhã de 3 de maio. De lua-de-mel com o marido, Robert Greenoak, de 40 anos, o casal acabou por tornar-se parte da história de Graceland. Jack Soden, CEO da Elvis Presley Enterprises, recebeu o casal nos degraus da mansão, dando início às celebrações que incluíram uma visita privada à casa e aos arquivos de Graceland.

Publicidade
Publicidade

“Nós tocámos #Música de Elvis no nosso casamento, por isso, para nós, como casal, esta viagem a Memphis tem um significado tremendo. Tem sido um sonho visitar Graceland. Nem acredito que estamos aqui. Ambos crescemos com a música de Elvis nas nossas casas, as nossas mães eram grandes fãs,” disse Tiffany. “Significa muito que 20 milhões de pessoas já cá tenham estado e ser a visitante número 20.000.000 é uma honra incrível. Temos de voltar para o aniversário do nosso casamento e talvez consigamos ser o visitante 40.000.000”.

Visitar Graceland

A visita começa num mini-autocarro que leva os fãs para dentro da propriedade ao som do tema “Welcome To My World”, onde o próprio Elvis dá as boas-vindas aos visitantes. Uma vez fora do autocarro, já à porta da mansão, os visitantes são convidados a fazer uma visita áudio pelas partes visitáveis da casa: a sala de estar, o quarto dos pais de Elvis, a sala de jantar, a cozinha, a sala de televisão, a sala de jogos e a Sala da Selva.

Publicidade

Já lá fora, os visitantes seguem pelo jardim até ao escritório e à sala que Elvis usava para praticar tiro ao alvo. Pelo caminho, encontram o parque infantil onde Lisa Marie, filha de Elvis, e os amigos brincavam. É aqui que os fãs podem observar a beleza da propriedade, com cavalos que se passeiam pelos pastos. Segue-se a entrada na Sala dos Troféus, onde estão expostos dezenas de Discos de Ouro, Platina e todo o tipo de prémios que Elvis recebeu ao longo da vida, para além de imensos artigos pessoais.

Antes de terminar a visita, há que passar ainda pelo ginásio para ver a exposição de fatos usados por Elvis em palco. A visita termina no Jardim de Meditação onde Elvis está sepultado ao lado dos pais e da avó paterna. Por visitar fica o primeiro andar da mansão, onde fica o quarto de Elvis, mas que nunca foi aberto ao público.

Para além da mansão, podem ser ainda visitados museus e os aviões privados de Elvis, que se encontram em frente à propriedade.

Apesar de estar aberta todo o ano, as visitas aumentam em janeiro e agosto, quando são organizados eventos para comemorar o aniversário de Elvis ou para assinalar a data da sua morte. #Viagens #EUA