Sua Majestade, o Imperador Akihito, anunciou à Agência da Casa Imperial do Japão a sua intenção de abdicar do Trono do Crisântemo, citando como razão principal a sua idade avançada. Porém não existe ainda uma data específica para a abdicação.

Aos oitenta e dois anos de idade, o Imperador segue os passos do seu antecessor, o Imperador Kōkaku, que em 1817 apresentou também a sua demissão. Ainda que seja do conhecimento da opinião pública que a saúde do Imperador tem vindo a tornar-se cada vez mais fraca, nos últimos anos, desde 2009 que os seus deveres públicos têm vindo a diminuir, libertando mais espaço em termos de agenda, por forma a garantir que o stress não seja um fator de diminuição das defesas imunológicas de Sua Majestade Imperial. 

Nascido a 23 de Dezembro de 1933, é único filho varão do Imperador Shōwa (Hirohito) e da Imperatriz Kōjun (Nagano).

Publicidade
Publicidade

Antes de ter ascendido ao Trono do Crisântemo, Sua Majestade Imperial era conhecido como Príncipe Tsugu. Em Abril de 1959 casou-se com a atual Imperatriz Michiko, a primeira plebeia a ascender à dignidade de Imperatriz, e com a qual teve três filhos: Sua Alteza Imperial o Príncipe-Herdeiro Naruhito (nascido em 1960), Sua Alteza Imperial o Príncipe Fumihito de Akishino (nascido em 1965) e a Senhora Sayako Kuroda (nascida em 1969, e conhecida em solteira como Princesa Nori).

O atual Imperador do Japão é ainda internacionalmente reconhecido nos meios académicos graças à sua investigação na área da biologia marinha, com os seus estudos ictiológicos e taxonómicos relativos às espécie dos peixes goby. Para além da investigação na área da biologia marinha, o Imperador do Japão publicou ainda artigos científicos nas aclamadas revistas Science Nature relativos aos grandes períodos da história japonesa, as eras Edo e Meiji.

Publicidade

Ainda que o pedido de abdicação seja compreensível, o momento em que o mesmo foi anunciado coincide com o escalar de tensões entre a China e os seus vizinhos regionais no Mar do Sul da da China, nomeadamente as Filipinas. #Personalidades #Política Internacional