O candidato republicano às eleições presidenciais norte-americanas do próximo dia 8 de Novembro voltou a ser protagonista de uma situação caricata. Desta vez, Donald Trump pediu aos doentes em fase terminal que se aguentem até ao dia da eleição e que vão votar. As declarações terão sido proferidas durante um discurso na quinta-feira, 6 de Outubro, em Reno, Nevada. As sondagens dão uma quebra na popularidade de Donald Trump.

Toda a campanha de Donald Trump ficou marcada por declarações que foram muito contestadas, nomeadamente sobre a construção de um muro para separar o México dos #EUA, sobre os atentados em Paris e a questão do uso de armas, e ainda sobre o petróleo, ou até mesmo o Estado Islâmico, o Iraque ou a China. Mas, desta vez, Trump surpreendeu todos.

De acordo com o site Observador, o magnata do ramo do imobiliário terá mesmo dito: “Não quero saber se vieram do médico e ele vos deu a pior notícia possível, aguentem-se até dia 8 de Novembro, saiam e vão votar”.

Ainda durante esta sua intervenção no Nevada, Donald Trump terá dito estar a brincar, apesar de admitir logo de seguida que queria mesmo ter dito aquilo.

A terminar esta sua intervenção, e depois de apelar ao voto, o candidato republicano terá dito ainda, dirigindo-se a estes doentes terminais: “Vamos dizer que vos amamos e vamos recordar-vos para sempre”.

Donald Trump e Hillary Clinton chegaram a estar empatados nas sondagens, depois de um largo período em que a candidata democrata liderou a corrida. Mas agora Trump volta a descer seis pontos percentuais face à opositora. O próximo domingo, 9 de Outubro, marca mais um frente a frente entre os dois candidatos, tendo o primeiro acontecido no dia 26 de Setembro.

Estas declarações do candidato acabaram por ser recebidas no comício com uma gargalhada, mas, no geral, Donald Trump lançou uma vez mais a polémica.

Com as eleições à porta, resta saber sobre qual dos dois candidatos recairá a vitória. Por agora, assista ao vídeo deste momento e veja o apelo ao voto de Donald Trump.

#Política Internacional #Eleições Americanas