Um jovem, proprietário de uma oficina de motorizadas e bicicletas, foi morto durante um #assalto, na tarde desta sexta-feira, 2 de Dezembro. O mecânico, de 25 anos, foi agredido com uma barra de ferro, alegadamente por três indivíduos, que acabaram por disparar três tiros que foram fatais. Os presumíveis criminosos puseram-se em fuga para parte incerta. O jovem foi a terceira pessoa a ser morta, no prazo de uma semana, vítima de assaltos violentos.

Tudo aconteceu no interior da oficina de Franchesco dos Santos Goulart, no bairro Planalto Beira Rio, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, capital do estado de Mato Grosso (Brasil). Para além do jovem mecânico, estavam no estabelecimento dois adolescentes, uma rapariga e um rapaz. Terá este último, de 14 anos, que testemunhou o #Crime e relatou o que se passou aos agentes da Polícia Militar. Ao início da tarde, três indivíduos entraram de rompante no estabelecimento e exigiram os pertences e todo o dinheiro ao mecânico. No decorrer da abordagem, um dos indivíduos atingiu o mecânico com uma barra de ferro e começou a agredi-lo com grande violência. Uma vez que Franchesco Goulart reagiu à agressão, um outro assaltante, munido de um revólver, fez três disparos atingindo a vítima.

Apesar de socorrido pelos elementos da ambulância de emergência, Franchesco não resistiu aos ferimentos, acabando por morrer no local. Os presumíveis assaltantes puseram-se em fuga, encontrando-se em parte incerta. O crime está a ser investigado pela “Delegacia Especializada de Roubos e Furtos“ em colaboração com a “Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa”. Estando as autoridades a recolher indícios com vista a identificar e a localizar os presumíveis autores do violento crime.

De acordo com o jornal brasileiro “Gazeta Digital”, Franchesco Goulart foi o terceiro homem morto, durante esta semana, na sequência de assaltos violentos ocorridos em Várzea Grande. As outras duas vítimas foram um homem de 54 anos e um outro de 38. Este último foi assassinado a tiro quando tentou proteger a sua filha, de 10 anos, durante um assalto a um salão de cabeleireiro, onde se encontravam. O presumível assaltante também se colocou em fuga.