A mais recente sondagem da Universidade de Monmouth (New Jersey) lançada esta terça-feira, 17 de janeiro, revela que apenas 34% do povo americano tem uma opinião favorável do presidente eleito Donald Trump, enquanto que 46% têm uma imagem negativa do mesmo, estatísticas que se mantêm idênticas às do dia de eleições. Estes números contrastam com os de Barack Obama, que, nos seus últimos dias na Casa Branca, vê a sua percentagem de aprovação nos 56%, comparativamente com os 38% que afirmam o contrário. Historicamente, Obama tem índices de aprovação maiores do que Ronald Reagan teve, estando apenas atrás de Bill Clinton e Dwight D. Eisenhower.

A dois dias da tomada de posse de Trump, múltiplas sondagens demonstram níveis de opinião pública positiva historicamente baixos - quando comparado com a de outras administrações -, incluindo esta da Universidade de Monmouth, realizada entre os dias 12 e 15 de janeiro, que teve uma amostra de 801 pessoas e uma margem de erro de mais ou menos 3 pontos e meio.

Publicidade
Publicidade

Esta última sondagem salienta também a opinião dividida dos inquiridos relativamente à abordagem de Trump à política externa, nomeadamente as relações entre #EUA e Rússia. De facto, 48% dos americanos mostra-se preocupado com este aspeto em particular.

Esta questão ganha relevância considerando as alegações de interferência do país presidido por Vladimir Putin nas eleições americanas, que têm sido alvo de escrutínio por parte da imprensa ocidental e de críticas por parte do Partido Democrata que acusa a Rússia de querer intencionalmente prejudicar a candidata nomeada pelo mesmo - Hillary Clinton.

A sondagem também reporta que metade dos participantes são da opinião que a administração de Trump irá beneficiar economicamente as instituições financeiras de Wall Street - 54% - e os mais ricos - 50% -, ao contrário da classe média - 26%.

Publicidade

Ainda assim, o maior consenso gerou-se na opinião negativa que o povo americano tem do Congresso. Apenas 23% contrariam essa ideia, comparado com os 66% que a reforçam.

Finalmente, um aspeto frequentemente mencionado neste tipo de sondagens prende-se com a direção que o país está a tomar, e 65% afirma a crença de que o país está a ir no caminho errado, enquanto que 29% é mais otimista e acredita que o país vai no caminho certo. #Donald Trump #Política Internacional