Já conta com quase 800 assinaturas uma petição contra o projecto "Sintra dos Pequeninos" ou "Cidade da Sonae", cuja construção foi anunciada em Outubro. O Plano de Pormenor da Abrunheira Norte (PPAN), que tem em vista a criação de um parque temático de 70 hectares junto ao IC19, está agora sob discussão pública (até 12 de Dezembro). Uma porção do público sintrense parece não estar interessada no projecto entregue à Sonae. Segundo a petição e várias publicações no grupo de Facebook "Amigos de Sintra", o impacto paisagístico é uma das preocupações dos sintrenses que estão contra a construção do parque, assim como a concentração comercial já existente naquela área urbana, ao mesmo tempo que as estruturas existentes carecem de reabilitação e manutenção e o pequeno comércio se encontra já "debilitado".

Publicidade
Publicidade

"O impacto paisagístico das grandes construções em betão é negativo e irreversível no enquadramento da Serra de Sintra", diz o texto da petição, que alerta para o facto de o terreno com vista à construção se encontrar "no sopé da Serra" e ser "necessário preservar e melhorar" aquela área "integrando zonas com mato mediterrânico para que a transição para a zona florestal seja orgânica e harmoniosa". O desenvolvimento sustentável é outra das preocupações sublinhadas pelo documento, que fala da "impermeabilização e as barreiras no solo" como factor de risco para "cheias e catástrofes naturais" e do "cumprimento das metas de redução de emissões assumidas por Portugal", que pode ser posto em causa com esta "construção nova". "É necessário e urgente promover a requalificação das construções existentes, nomeadamente a dos bairros da Abrunheira incluídos no plano, mas não faz sentido a construção nova, de grandes dimensões, na atual conjuntura financeira e no já sobrecarregado Concelho de Sintra", explica o texto da petição.

Publicidade

A construção de mais um hipermercado numa zona comercial próxima do terreno de construção do Centro Comercial Jumbo de Sintra, junto ao nó de Mem Martins no IC19, e do já funcional Fórum Sintra, que conta também com o hipermercado, é possivelmente um argumento que se enquadra nesta última preocupação expressa pela petição. Recorde-se que empreendimento do Jumbo foi chumbado numa DIA (Declaração de Impacte Ambiental) de 2008, mas que após reapreciação, em 2012, foi aprovado. A petição revela ainda uma preocupação relativa ao congestionamento que normalmente se verifica no IC19, que poderá ser agravado com o parque temático e todos os seus constituintes, e com o impacto financeiro do projecto, que está longe da "realidade económica" e das "necessidades reais" da população sintrense.

Aquando da votação para aprovação do plano, em Outubro, a CDU absteve-se, principalmente devido à "sobrecarga de áreas comerciais" na área, a par dos aspectos positivos que o parque poderia trazer ao concelho, assim como se absteve o vereador independente Marco Almeida, relembrando a questão da "mobilidade numa zona que tem uma intensa procura".

Publicidade

Por outro lado, o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, considerou que este é um dos investimentos mais importantes que Sintra já teve.

Saiba mais sobre o projecto aqui. #Natureza