A lowcost easyJet está a realizar um passatempo nas suas plataformas web para promover a estreia dos voos para os Açores. Com o mote "Viaja aos Açores pela primeira vez com a easyJet", a lowcost pretende oferecer viagens no voo inaugural que se realiza já no próximo dia 29 de março. Como prémio, para além dos dois bilhetes de avião de ida e volta, está ainda incluída a possibilidade de levar uma mala de porão e alojamento de 2 noites em Ponta Delgada. No total, vão ser oferecidos dois packs destes prémios.

O passatempo, que decorre no Instagram e no Facebook da empresa de aviação, envolve a criatividade. Para participar, basta publicar uma foto com a pessoa que gostaria de levar aos Açores pela primeira vez. Depois da fotografia tirada, tem apenas de incluir as hashtags #easyjetpt e #aminhaprimeiravez. Se tiver mais de 30 "gostos" na sua foto, basta aguardar a decisão do júri. O passatempo decorre até dia 18 deste mês e os vencedores vão ser conhecidos 2 dias depois, no dia 20. Para participar tem de ter, obrigatoriamente, mais de 18 anos e ser residente em Portugal. Se ainda tiver dúvidas, pode consultar o regulamento na página de Facebook da easyJet.

A companhia tinha anunciado, ainda em dezembro do ano passado, que iria começar a voar para os Açores, acabando assim o monopólio da TAP. Mas a easyJet é apenas uma das muitas companhias que já podem viajar para o arquipélago açoriano. A partir do início de abril, vai ser possível viajar do continente para Ponta Delgada através da Ryanair. Vitor Fraga, secretário regional dos Transportes do Governo açoriano, anunciou, há dias, que a oferta nos próximos 12 meses aumentou 40% em relação à oferta atual. Se se falar apenas dos meses de inverno (de novembro a março), o aumento ascende a 74%. Para Fraga, os preços agora praticados pelas companhias revelam uma "redução efetiva", o que vai permitir um aumento no número de turistas que visitam as ilhas. A liberalização do espaço aéreo, conhecida há largos meses, entra em vigor a partir do próximo dia 29 de março. Locais e turistas podem, agora, viajar de forma mais barata até ao arquipélago.