A serra da Arrábida cria um micro-clima especial para esta zona, fazendo um tempo mais ameno junto à serra e mais calor perto do mar. É em Santana que começa o parque natural da serra da Arrábida, uma zona protegida, onde podemos encontrar pequenas raposas que atacam as colheitas e muitas vezes são colhidas pelos condutores mais desatentos.

Sesimbra tem 5600 habitantes e conta com duas vilas. A primeira é a sede de concelho e fica situada na freguesia de Santiago, este nome deve-se à ordem de Santiago de espada. Um dos mestres desta ordem foi D. Jorge de Lencastre, filho bastardo de D. João II. A segunda é a Quinta do Conde, que fez, no ano passado, trinta anos de existência.

Publicidade
Publicidade

Esta é uma das freguesias com mais jovens em todo o país e serve como dormitório para as pessoas que trabalham em Lisboa.

A presença humana existe desde 3000 A.C. e vários artefactos de cerâmica, e outros objectos referentes á idade do ferro, foram encontrados na quinta de Sao Payo e estão expostos no núcleo museológico do Castelo de Sesimbra. Foi a partir daqui que a população se desenvolveu e desceu na direcção do litoral onde se tornaram exímios pescadores.

O Castelo foi conquistado aos Muçulmanos pelo Rei D. Sancho I, filho primogénito do primeiro rei. Quem passa as portas do castelo (e não fica lá preso como aconteceu com o Martim Moniz no Castelo de Lisboa) depara-se de imediato com uma réplica em tamanho gigantesco da chave da Vila. Para chegarmos até lá temos que subir uma enorme falésia, pois este castelo foi construído a 240 metros acima do nível médio das águas do mar, mas esta subida compensa a vista.

Publicidade

Devido à altitude, os ventos são mais constantes do que junto ao areal. O castelo é rodeado por uma mata, por onde os mais aventureiros costumam atrever-se em pequenas escaladas e no sopé costuma-se realizar piqueniques. Este percurso chegou a servir para provas de ciclismo, realizadas por amadores, onde o prémio final era uma taça e um capacete cheio de sugos, isto nos tempos em que a TV era ainda a preto e branco.

Os turistas aproveitam para ver a vista única que a junção do mar e da serra oferecem e receber o sol que abundante banha o empedrado. A Fortaleza de Santiago é, desde o verão passado, um dos pontos de passagem obrigatórios para quem anda pela vila. A primeira construção data do período Manuelino. O portão é encimado por um escudo real e dentro do local existe uma sala de exposições e uma esplanada para quem quiser beber algo e ler um livro. Para este local está prevista a colocação do Museu do Mar, onde se contará a forte ligação deste povo às artes da pesca. #Natureza