Uma pastelaria francesa, a L'Éclair Pâtiserie Française no Saldanha conta com um conceito francês inovador em Lisboa. O gestor hoteleiro francês Matthieu Croigon e o chef luso-português João Henriques criaram uma ementa sui generis com uma seleção de éclairs doces e salgados. Há toques austríacos no Chiado e na Sé, com o Kaffeehaus, uma verdadeira babel de idiomas e sabores que o jovem proprietário Christoph Hubmayer, natural de Viena, orquestra em vários tons e sabores nos almoços e brunchs especiais.

Já os novos proprietários do Pois, Café na Sé - Verena Frid Lemke e Hans Peter Bipp - introduziram entretanto algumas novidades na ementa austríaca temperada com receitas antigas e secretas que os próprios confeccionam à vista da clientela.

Publicidade
Publicidade

O bairro do Príncipe Real guarda a mais tradicional e artesanal loja de chocolates e cafés - o Café Corallo, que ganhou agora outro espaço na Rua da Escola Politécnica e ampliou o leque de origens do cacau e do café para trazer os sabores do mundo para Lisboa, com uma nova linha artesanal de chocolates e cafés baptizada Bettina & Niccoló.

Num cantinho especial da Galeria Entretanto, recém-inaugurada no Príncipe Real, um novo projeto ganhou vida e trouxe para Lisboa os sabores tradicionais da doçaria portuguesa. A loja chama-se Cartuchos do Príncipe e o doce que leva este nome é original da Beira Baixa, de onde a proprietária, Sofia Lourenço, é natural. Assim, os cartuchos do Príncipe são uma cornucópia de sabores com sua massa de amêndoa e recheio de doce de ovos.

Um ambiente das Índias no Príncipe Real é a esplanada Lost In com uma vista espectacular sobre a cidade.

Publicidade

Há dois espaços distintos para desfrutar - a esplanada exterior e uma esplanada de Inverno no interior, coberta por uma tenda transparente, com aquecedores e mantas. As opções culinárias distribuem-se para o lanche, o almoço e o jantar - com caril de gambas e frango, ovos mexidos com farinheira, tostas, saladas e hambúrgueres vegetarianos. E há também chás e cocktails.

No Chiado há sotaques mediterrânicos e multiculturais. No Royale Café a inspiração vem da Escandinávia e a cozinha segue uma tendência criativa com ingredientes mediterrânicos, com comida sazonal à base de produtos biológicos, alimentos frescos e confeitaria num espaço elegante e ambiente contemporâneo - uma antiga cavalariça de um edifício pombalino decorado com peças de design escandinavo contemporâneo, com um acolhedor pátio ao ar livre.

O pioneiro Noobai, junto ao Miradouro do Adamastor, com a vista espetacular do Tejo e da Ponte 25 de Abril a enquadrar um menu mediterrânico continua a ser um espaço contemporâneo e divertido, comandado por Jorge Eduardo e Maria Echeveria Vieira. Os brunchs, especialmente o Vitamina, são servidos em horários alargados - das 12:00 h às 16:00 h ou das 12:00 h às 23:00 h.

Publicidade

Já o Fábulas é um projecto multicultural a reflectir as nacionalidades dos seus sócios - o português Belarmino Teixeira e a polaca Kamila Dabrowska. As várias salas com seus tectos abobadados e uma mobília desigual criam diferentes ambientes que combinam na perfeição com o menu que convida para tardes tranquilas e bem recheadas com crepes salgados e doces, diversas saladas, sandwichs muito originais e pratos vegan, além de bolos e uma selecção de cafés e chás, aperitivos, cocktails e vinhos à taça.