Tem 28 anos e é um dos mais experientes viajantes do mundo. Scott Keyes, o norte-americano que quer partilhar estas úteis dicas com o mundo, é escritor para o site de notícias Think Progress. Actualmente, Keyes não está a trabalhar a tempo inteiro com a empresa e por isso, já tem planeada a sua próxima viagem, que não é uma viagem de uma dimensão qualquer. Ele planeia voar um valor colossal de 20 mil milhas, que irão ser feitas em mais de 21 ligações diferentes de voo com paragem em 13 países diferentes. Mas viagens longas são fisicamente muito cansativas e sabendo isso, Keyes arquitectou um plano que lhe permite desfrutar de tudo isto em primeira classe.

Publicidade
Publicidade

Parece bom? Mas ainda não sabe a melhor parte. O viajante irá fazer tudo isto, sem pagar um único cêntimo ao longo dos destinos que visita, incluindo os hotéis em que vai ficar hospedado e alguns dos seus serviços.

E agora a pergunta que está a fazer... Mas como é que ele faz isso? Bem, Scott usa pontos dos seus 25 cartões de crédito - um dos quais, um cartão American Express Platinum com uma taxa anual de 450 dólares. Adicionalmente tira partido das milhas que vai ganhando ao longo dos diversos voos que efectua, um truque bem conhecido dos viajantes frequentes. Depois é aliar uma pesquisa bem filtrada, reservando um dos voos mais baratos que se encontre e onde ainda possa ser possível deduzir as milhas ganhas por cada cliente. É preciso saber como e quando utilizar estas ferramentas para economizar quando é hora de viajar.

Publicidade

Além das milhas dos passageiros frequentes, por vezes acumulam-se também pontos e regalias de empresas parceiras. E esses valores podem ser convertidos em reservas de hotéis, onde pode passar os seus dias em lounges de primeira classe e, por vezes, ainda conseguir usufruir de alguns serviços extras do hotel, como alimentação, bebidas e, com sorte, até uma tarde a relaxar no SPA.

É de acrescentar que o sistema que Scott Reyes utiliza não tem nada que ver com sorte. É antes, um trabalho especializado que já o levou meses, ou anos, a aperfeiçoar para tirar o melhor proveito das condições.

E depois destas dicas, só lhe falta decidir onde quer ir porque dinheiro já não é um problema. #Turismo