Precisa de férias, mas não pretende ir a uma agência de #Viagens para planear as suas férias de sonho. Mas, por outro lado, também não tem ideia de como começar a planear a sua viagem. Este artigo foi feito a pensar em si e poderá servir de guia para o ajudar a planear a sua viagem tão desejada. Damos-lhe a conhecer a melhor maneira de conseguir voos baratos e, até, de garantir que não fica empatado no estrangeiro.

O primeiro passo é começar por determinar o orçamento que tem disponível, as suas limitações de tempo e descobrir onde quer ir. Há pessoas que possuem um destino em mente, outras que dependem de quando tempo têm para se ausentar do trabalho ou de quanto dinheiro têm para gastar nas férias.

Publicidade
Publicidade

Uma ferramenta de procura bastante simples é a #Google Flights. Com esta ferramenta do Google pode procurar destinos a partir do aeroporto mais próximo de sua casa, a duração do voo, a melhor altura do ano e quanto custa chegar ao seu destino. Pode também filtrar destinos pelos seus interesses, como “ecoturismo”, “praias” ou “lua-de-mel”. A partir daí, pode filtrar os resultados da sua procura, indicando um limite de preço ou até escolher viagens sem escalas. Se necessita de mais ideias, sites como Booking: Ideias de Viagens podem ajudá-lo a escolher o seu destino mediante os seus interesses.

A partir do momento em que sabe para onde pretende ir, pode utilizar outras ferramentas como Kayak e Hopper para verificar se os preços da viagem são vantajosos. Se tiver muita flexibilidade em termos de datas e destinos, mas não tiver muito dinheiro disponível, o melhor é seguir sites de viagens como o Airfarewatchdog, The Flight ou The Flight Deal.

Publicidade

Contudo, o mais fascinante é o Scott’s Cheap Flights. Este site permite que se inscreva gratuitamente para receber a newsletter, ou pode pagar a subscrição para receber alertas ou tarifas de voos baratas.

Dependendo da sua nacionalidade e do seu destino de férias, não se esqueça de requisitos como o Visa. Agora que sabe para onde pretende ir, chegou a altura de reservar os voos. Se seguiu as recomendações acima, deverá conseguir voos baratos.

Onde ficar

Chegou a altura de escolher o sítio do alojamento o que, por sinal, pode ser bastante stressante para quem vai pela primeira vez e não conhece ninguém para lhe dar conselhos. Se for o caso, sites como Airbnb e Foursquare são bastantes aconselháveis e úteis para viajantes que pretendam conhecer os bairros locais.

É aconselhável procurar fóruns sobre a cidade, como por exemplo o TripAdvisor, que permite saber o que outros viajantes aconselham. Agora que escolheu o sítio onde quer ficar, certifique-se de que tem o que necessita, como por exemplo wi-fi grátis, entre outras coisas.

Publicidade

Tenha especial cuidado ao reservar através de sites como o Airbnb ou HomeAway, pois podem cobrar taxas adicionais. Para quem tem um orçamento mais limitado, sites como HostelBookers, HostelWorl ou o CouchSurfing são alternativas igualmente fiáveis.

Agora que já escolheu o alojamento, recomendamos aplicações bastantes úteis, nomeadamente o Tradutor do Google. Primeiro, deve fazer o download da língua que pretende para, mais tarde, o usar offline. O mesmo acontece para a Google Maps, pois pode selecionar a área para onde vai viajar e, mais tarde, utilizar sem ligação à internet.

Aplicações como o WhatsApp, o Messenger do Facebook ou o Viber vieram facilitar a vida para quem está no estrangeiro e pretende fazer chamadas internacionais grátis.

Estes são as aplicações básicas para quem pretende viajar; no entanto, para interesses mais específicos, como gastronomia, a BonAppetour é bastante recomendável. #Turismo