Se vai viajar de avião deve evitar seis alimentos, pois estar muito tempo numa cabine sob pressão pode afetar o seu organismo que, por sua vez, estará mais sensível à ingestão de certas comidas. Voar não é uma experiência agradável para todas as pessoas. Existem as pessoas que desfrutam de umas horas de prazer a bordo de um avião e outras que passam toda a viagem à espera que a mesma termine.

Independentemente da situação, creio que todos já tivemos voos agradáveis e outros não muito agradáveis, em que a turbulência, ou outro fator externo, nem sempre são os responsáveis pela sensação menos agradável. Há ocasiões em que o avião atinge o modo cruzeiro e, simplesmente não nos sentimos bem.

Publicidade
Publicidade

Os motivos são diversos, mas existe um motivo bastante importante: o que comemos nas horas antes da viagem.

No caso de #Viagens de longo curso, todos sabemos que se deve caminhar na cabine, esticar as pernas, mover os pés de forma a melhorar a circulação e impedir que os pés fiquem inchados e, na pior das hipóteses, ter uma tromboflebite. Assim, deve evitar comer uma refeição pesada, pois torna a circulação do sangue lenta.

As refeições que provocam flatulência devem ser evitadas. Comer uma feijoada antes de entrar a bordo de um avião não é o mais adequado. Assim como comer fritos, feijão ou couve-flor, pois favorecem a flatulência.

Durante o voo a melhor bebida é a água, pois as bebidas com gás são de evitar. Beba Coca-Cola noutra ocasião, pois faz inchar e origina cãibras.

É daqueles que só de pensar em voar entra em pânico? Nestas alturas, e para se sentir mais relaxado, bebe álcool? Neste caso pense duas vezes, pois as bebidas alcoólicas promovem indisposição e esse mal-estar pode relacionado com o álcool que ingeriu e não com o voar.

Publicidade

Comeu alho antes de viajar de avião? Em caso afirmativo, fique descansado porque não o irá afetar a si, mas o mesmo não se pode dizer em relação aos outros passageiros. Mesmo que tenha lavado os dentes, as substâncias presentes no alho são absorvidas pelo corpo, nomeadamente, pulmões e sangue, o que faz com que o cheiro continue a sair pelos poros e pela boca.

Um estudo levado a cabo pela Science no ano 2008 refere que ir em jejum é o mais conveniente antes de viajar de avião. A conclusão deste estudo é que não ingerir nenhum alimento no espaço de 16 horas antes da viagem impede os sintomas provocados pelo jet lag, pois a claridade e o horário em que comemos influenciam o nosso ritmo circadiano. Assim, se condicionarmos esse ritmo ao não comer, quando for a nova hora da refeição vamos estar alerta e vamos conseguir uma boa noite de sono. Importa ainda referir que, segundo o site Rumbo, este estudo não foi testado em humanos, mas com ratos de laboratório. #Alimentação #Vida Saudável