A Comunidade Intermunicipal do Oeste, pela primeira vez, decretou a atribuição conjunta de tolerância de ponto, no Carnaval. Significa que os funcionários de todas as autarquias que compõem a Comunidade Intermunicipal não estarão ao serviço na próxima terça-feira. Tal como sucede anualmente, a medida encontra-se dentro da esfera de autonomia das Câmaras sobre o seu pessoal. Alcobaça, Nazaré, Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche e Bombarral são os municípios do distrito de Leiria que fazem parte da CI do Oeste.

A medida reveste-se de alguma polémica, uma vez que, na prática, o Entrudo é um dia "híbrido", em que algumas pessoas trabalham e muitas outras não trabalham. O governo, no âmbito das políticas de austeridade do tempo da Troika, não concede tolerância aos funcionários - assim como mantém a suspensão de 4 feriados, 2 civis e 2 religiosos. Muitas autarquias pensam de modo diferente, nomeadamente aquelas onde a tradição do Carnaval é mais forte.

A Comunidade Intermunicipal do Oeste é um destes casos. Torres Vedras tem um dos carnavais mais antigos, tradicionais e enraizados do país, sendo uma autêntica marca identitária da cidade e do concelho. Durante 3 a 4 semanas antes do Entrudo já há "assaltos" ao Carnaval, com cabeçudos, música e mascarados a circular pela cidade. No distrito de Leiria, vários concelhos têm também forte tradição neste sentido. O Carnaval da Nazaré, não tão conhecido a nível nacional como Torres Vedras, Loulé ou os da região de Aveiro, tem também muito impacto a nível local, e está em ascensão. Caldas da Rainha e Peniche têm também os seus corsos urbanos, sem contar outros festejos a nível, como Turquel ou Pataias, no concelho de Alcobaça.

Na próxima terça-feira, e como tem acontecido nos últimos anos, será possível encontrar os serviços do Estado a funcionar a 100%, enquanto muitos serviços autárquicos estarão encerrados por todo o país - o Público aponta entre 80 a 90 municípios. Refira-se que a Câmara Municipal de Leiria vai, também, conceder o dia aos seus colaboradores.