A região da Alta Estremadura vai acolher, entre os dias 30 de Abril e 2 de Maio, a terceira edição do Festival Internacional de Cinema Etnográfico (cinANTROP), com sessões simultâneas em Leiria, Batalha, Marinha Grande e Ourém. O evento integrará o Festival de Curtas Metragens com a atribuição do Prémio António Campos, no valor de 600 euros. Uma forma de homenagear o realizador leiriense, considerado um dos mais importantes da história do cinema etnográfico de Portugal. Para além de contribuir para a valorização das identidades dos povos a partir do cinema.

O cinANTROP é um projecto pioneiro, que se realizou pela primeira vez em 2013, pelas mãos do leiriense Bruno Gaspar, e que pretende "elevar o cinema documental e etnográfico", já que estamos a falar de uma região com uma forte tradição em grupos folclóricos, alguns dos quais com dezenas de anos de existência. Durante o festival serão exibidos #Filmes originais, realizados em Portugal e a nível internacional, que tenham interesse etnográfico e documental.

Quanto à vertente de competição, o festival está dividido em três áreas: competição internacional (aberta a filmes de produção e/ou realização internacional) nas categorias de longa-metragem e curta-metragem; competição nacional, também nas categorias de longa-metragem e curta-metragem; e a competição regional, destinada a filmes com duração não superior a 25 minutos, relacionados com os concelhos da Batalha, de Leiria e de Ourém.

O respectivo regulamento estabelece que serão admitidas à competição regional as curtas-metragens originais, em película ou vídeo, podendo ser legendados em inglês. "Os filmes devem abordar perspectivas relacionadas com temáticas como a dimensão turística, o património natural e/ou construído, a história, as tradições, a cultura material e imaterial" daqueles concelhos da região de Leiria.

O júri, constituído por representantes dos três municípios envolvidos, seleccionará as produções até ao dia 31 de Março, no caso das competições nacional e internacional, e até 18 de Maio relativamente à competição regional. Os jurados terão em conta critérios gerais de qualidade dos filmes submetidos à prova, em especial as temáticas relacionadas com a etnografia, turismo, relação das obras às tradições, património, população, gastronomia, cultura, espaços e locais característicos, bem como a originalidade.