Se em outros tempos era visto como um alimento dos povos que o cultivavam nos olivais e nos intervalos de árvores um pouco por toda a serra, hoje o chícharo é uma leguminosa de requinte e com ela já se confecciona um pouco de tudo, desde doces a licores. É o produto âncora de toda a região de Alvaiázere, no distrito de Leiria, que se assume como o Capital do Chícharo. O chícharo é uma leguminosa em grão produzida em vagem. É muito parecido com o grão-de-bico ou com o tremoço e tradicionalmente comido cozido misturado com legumes para acompanhar carnes, bacalhau ou peixe frito.

É um alimento que garante energia para o funcionamento do corpo, para além do seu alto teor em ferro, vitaminas e fibras e por isso era um alimento nutritivo para os homens da terra, que o cultivavam nos seus terrenos, aproveitando todos os espaços que ficavam livres de outras sementeiras.

No entanto, a evolução gastronómica acabou por valorizar e qualificar aquela leguminosa e o facto de Alvaiázere se ter afirmado como a Capital do Chícharo levou a que a cozinha fosse transformada num autêntica laboratório de invenções.

Daí que, de acompanhamento de pratos tradicionais, o chícharo passou a fazer parte da gastronomia mais diversificada. Por aquelas terras do nordeste do distrito de Leiria, bem no centro de Portugal, já podemos encontrar os mais variados produtos confeccionados à base do chícharo. Até porque há quem diga que o chícharo moído se transforma em farinha e por isso pode ser utilizado nos mais variados produtos, nomeadamente doçaria. E assim tem sido. Pataniscas, pastéis, tartes, biscoitos, bolachas ou bolos constituem uma variada lista de iguarias que têm um apelido comum, o chícharo.

Mas se na gastronomia e na doçaria não pode faltar a invenção, e eis que surgiu pelas mãos de uma alvaiazerense o licor de Chícharo. Se a ideia foi ser inovador, o certo é que a coisa tornou-se séria. Este é já o segundo ano em que o licor de Chícharo de Alvaiázere é distinguido no Concurso Nacional de Licores Conventuais e Tradicionais Portugueses, organizado pelo Centro Nacional de Exposições de Santarém em parceria com a Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses. A bebida conquistou duas medalhas de prata na categoria de Licores à Base de Aguardente de Bagaço.

No âmbito de toda a estratégia de desenvolvimento turístico do concelho de Alvaiázere surgiu também a Confraria Gastronómica do Chícharo, que pretende ir muito para além da promoção da leguminosa, tornando-se numa forma de divulgação de todo um vasto património cultural e gastronómico de todo aquele território. #Turismo #Culinária