A cidade de Pombal vai regressar à Idade Média de sexta-feira a domingo ao realizar, no Castelo, a segunda edição do Mercado Medieval. O evento pretende assinalar o primeiro aniversário da reabertura do monumento ao público. Para além do mercado vai haver tasquinhas, jogos tradicionais, encenações e espectáculos musicais. Ao realizar o Mercado Medieval, a Câmara Municipal de Pombal pretende brindar todos os que visitarem o castelo templário e, em especial, a população local.

Como novidades nesta segunda edição, a organização ampliou o espaço temporal em que decorre o evento para a sexta-feira, deixando de o restringir apenas ao fim-de-semana, bem como a área a fim de permitir a instalação de mais artífices, mercadores, artesãos e regatões.

A abertura do Mercado Medieval na sexta-feira, a partir das 14 horas, potenciará a participação do público escolar que poderá, em grupo, visitar o certame e divertir-se com os vários jogos tradicionais que serão realizados, bem como assistir às encenações. Haverá, ainda, momentos de música, dança, torneio apeado e espectáculos de fogo, que serão repetidos nos dois dias seguintes.

Aquele Mercado Medieval inaugurará o programa de actividades que a Câmara de Pombal pretende desenvolver ao longo do ano tendo como palco o Castelo. Actividades culturais variadas que vão desde espectáculos de música, ginástica, dança e leitura, à Ciência Viva, entre outras iniciativas dirigidas ao público infantil, juvenil e sénior.

O Castelo de Pombal, que representa a memória mais antiga da cidade de Pombal, no distrito de Leiria, foi reaberto ao público há um ano, após a realização de obras de requalificação num investimento superior aos três milhões de euros. Uma intervenção que pretendeu devolver o Castelo à cidade. Durante um ano, aquele monumento nacional, edificado no século XII por ordem de Gualdim Pais, mestre da Ordem dos Templários, foi visitado por mais de 21.200 pessoas.

O monumento passou a dispor no seu interior de um posto de atendimento turístico onde são exibidos, gratuitamente, três filmes. Um filme em 3D sobre a história do monumento, um filme animado, relativo à Lenda do Mouro Al-Palumbar, e um terceiro, também animado, sobre S. Sesnando, que governou Coimbra há 950 anos. Disponibiliza, ainda, um auto-guia que conduz a visita com factos históricos relacionados com o Castelo, que hoje é considerado uma das mais bem preservadas fortalezas militares do país. #Turismo