Um homem de 72 anos de idade e uma mulher de 76 anos morreram na manhã deste domingo, 26 de Julho, na sequência de uma violenta colisão ocorrida no Itinerário Complementar (IC) nº 2, na zona da Benedita, concelho de Alcobaça. Do acidente resultaram, ainda, seis feridos, entre os quais três crianças menores de idade. O alerta chegou aos #Bombeiros às 8:11 horas, tendo sido accionados 51 operacionais auxiliados por 19 veículos de socorro e de duas viaturas médicas de emergência e reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). O trânsito naquele itinerário complementar (ex-EN1) esteve interrompido durante mais de três horas para que fossem prestados os socorros necessários.

A violenta colisão frontal envolveu dois veículos ligeiros de passageiros, um dos quais um monovolume onde seguia uma família da zona de São Jorge, no concelho de Porto de Mós, que segundo algumas vozes populares, viajavam com destino a Lisboa para efectuar uma visita ao Jardim Zoológico.

Ao que tudo indica o automóvel conduzido por um jovem de 22 anos de idade, residente na zona da Benedita, e que seguia no sentido Sul-Norte, terá saído da sua faixa de rodagem indo embater, frontalmente, com o monovolume, onde seguiam três crianças de 8, 9 e 13 anos de idade. O choque aconteceu ao quilómetro 82,5 do IC2, junto ao conhecido restaurante "O Bigodes".

A violência do embate fez com que os bombeiros, oriundos das corporações da Benedita, Rio Maior, Alcobaça e Caldas da Rainha, fossem obrigados a recorrer a material de desencarceramento para retirar as vítimas dos escombros dos automóveis. Os primeiros socorros foram prestados, também, pelas equipas médicas das VMER sedeadas nos hospitais de Caldas da Rainha e de Leiria, para além de uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV), igualmente do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Um dos feridos mais graves foi transportado pelo helicóptero do INEM para o Hospital de Santo André, unidade do Centro Hospitalar de Leiria, para onde foram transportados, por ambulância, os restantes feridos. As circunstâncias em que se deu o acidente estão a ser investigadas pela Guarda Nacional Republicana, que tomou conta da ocorrência. #Acidente Rodoviário