Segundo o site do Diário de Notícias foi durante a madrugada de sábado (dia 28) que a sede de candidatura de Sampaio da Nóvoa A Presidente, na Marinha Grande, foi vandalizada. O local estava a ser preparado para ser inaugurado este domingo, pelo que no interior da sede ainda existiam poucos objetos, conforme referiu Isabel Rocha, mandatária concelhia da Sampaio Nóvoa A Presidente. Dois cartazes com a fotografia de Sampaio da Nóvoa tinham sido colocados na montra na passada quinta-feira e quem partiu o vidro fê-lo com uma pedra arremessada aos cartazes. 

No sábado a PSP foi chamada à sede de candidatura de Sampaio da Nóvoa e, tratando-se de um crime público, será participado à Comissão Nacional de Eleições

Durante o dia de domingo Sampaio da Nóvoa esteve em campanha nas cidades de Caldas da Rainha, Alcobaça, Leiria, Pombal e, posteriormente, Marinha Grande. De acordo com a mandatária concelhia, o local será inaugurado mesmo com a montra vandalizada. 

A agressão a Soares na Marinha Grande

Como recorda o site da SIC Notícias, a 14 de janeiro de 1986 Mário Soares foi agredido na cidade da Marinha Grande no âmbito da campanha eleitoral presidencial. As imagens da agressão que percorreram o país deram um novo alento à campanha de Mário Soares, que acabou por ser eleito Presidente da República. 

Vinte e cinco anos mais tarde, o empresário da Inteplástico, Jorge Martins, recordou o episódio. A agressão foi no âmbito de um período negro, pois a Manuel Pereira Roldão tinha salários em atraso e os funcionários fizeram uma manifestação que acabou por tornar-se violenta. De acordo com o empresário, Mário Soares aproveitou a ocasião de uma forma inteligente para vencer as eleições. Ainda de acordo com Jorge Martins, Mário Soares saiu da capital com oito por cento das intenções de voto e saiu da cidade da Marinha Grande agredido, mas com uma fortíssima probabilidade de ganhar a campanha presidencial.

Para Jorge Martins o episódio de agressão a Mário Soares foi decisivo para a campanha presidencial.  #Eleições Presidenciais