Um jovem de 24 anos, de nacionalidade polaca, está desaparecido desde a noite de passagem de ano, na Nazaré. Tomasz Jezierski é aluno do Instituto Politécnico de Leiria no mestrado em Engenharia da Energia e do Ambiente, ao abrigo do programa Erasmus. A instituição de ensino já confirmou o #Desaparecimento e um amigo já criou uma página no Facebook para pedir ajuda. Tudo leva a crer que Tomasz Jezierski é o jovem que as autoridades marítimas procuram desde a madrugada de sexta-feira, 1 de Janeiro, no mar da Nazaré.

Desde os trinta minutos após a entrada no novo ano que as autoridades marítimas têm estado a efectuar buscas na Nazaré, na sequência de um alerta para o desaparecimento de um jovem. Três populares comunicaram às autoridades que viram um homem, aparentando ter cerca de 20 anos, dentro do mar e com água até aos joelhos, tendo deixado de ser visto pouco depois. Um alerta e um testemunho que originaram de imediato uma operação de buscas que se têm prolongado, sem sucesso.

Só neste sábado é que chegou à Capitania do Porto da Nazaré uma participação de desaparecimento de um jovem, de nacionalidade polaca. Tendo em conta as informações prestadas, tudo leva a crer que o jovem desaparecido poderá ser a mesma pessoa que foi vista naquela noite dentro do mar, o qual está a ser procurado desde aquele momento. Também neste sábado, Radek Radosław criou uma página no Facebook dando conta do desaparecimento do seu amigo Tomasz Jezierski.

Radek refere que Tomasz desapareceu “durante a passagem de ano na Nazaré” onde “foi visto pela última vez na praia por volta da meia-noite”. “Suspeitamos que ele é o rapaz que a polícia está a procurar no mar, mas não temos certeza a 100% acerca disso”, afirma, solicitando a quem o aviste ou tenha alguma informação relativamente ao seu paradeiro que contacte as autoridades. Informa, ainda, que Tomasz tinha 1,70 metros, olhos azuis e cabelo louro. No momento do desaparecimento vestia um blusão em dois tons de azul.

Entretanto, o Instituto Politécnico de Leiria emitiu um comunicado no qual confirma o desaparecimento do seu aluno, garantindo que está a acompanhar a situação “mantendo um contacto permanente com os colegas do estudante desaparecido e com as autoridades” e que continuará a “prestar todo o apoio possível”.

Por sua vez, as buscas na praia serão retomadas este domingo de manhã, sendo alargado o perímetro das operações uma vez que a agitação marítima verificada não permite prever em que zona poderá, eventualmente, aparecer o corpo.