Para promover e revitalizar o comércio tradicional da baixa lisboeta, foi criada uma plataforma com o intuito de juntar várias das lojas mais antigas e tradicionais de Lisboa, procurando evitar o desaparecimento das mesmas. Trabalhar numa estratégia conjunta de revitalização destes espaços é portanto o objetivo desta iniciativa. No final, o que se pretende é que a união faça a força da história do comércio lisboeta.

Efetivamente, e um pouco à semelhança do que vai acontecendo um pouco por todo o país, o aumento de custos com arrendamento de espaços tem obrigado alguns dos proprietários de lojas a fechar portas e abandonar um negócio de várias décadas e tradição. Tendo em conta esta infeliz tendência, alguns cidadãos de Lisboa uniram-se e criaram o Círculo de Lojas de Carácter e Tradição de Lisboa, com o intuito de pensar conjuntamente numa estratégia de revitalização, promovendo a sobrevivência destes espaços. Desta estratégia deverão resultar ações adequadas individualmente a cada aderente mas, acima de tudo, benéficas para todo o grupo.

Como pertencer ao Círculo de Lojas de Carácter e Tradição de Lisboa?

A história de Lisboa não estará certamente apenas nos seus monumentos e edifícios mais emblemáticos (obviamente com todo o seu valor e importância), mas também em espaços comerciais que têm assistido à evolução da cidade. São estes os espaços contemplados por esta iniciativa: com pelo menos 50 anos de existência, dedicados à venda de artigos de excelência (não propriamente de luxo, mas tradicionais e de qualidade reconhecida pelos portugueses) e que sejam referência artística ou histórica.

As lojas que pretendam pertencer a este grupo poderão fazê-lo gratuitamente, sendo garantido o seguinte:

  • inclusão no site do grupo, o qual divulgará a sua atividade e história;
  • divulgação das lojas em colaboração com a Associação de Turismo de Lisboa;
  • formação da equipa de funcionários;
  • colocação de autocolante na porta de cada loja, com identificação de loja pertencente ao grupo.

Como apoiar esta iniciativa?

O grupo contará com a colaboração de entidades que pretendam colaborar e apoiar esta iniciativa, sendo nomeadamente proposto pelos responsáveis a angariação de patrocinadores, por exemplo ao nível de formação ou decoração.