A estação de Santa Apolónia poderá dar lugar a um jardim. A ideia é de Manuel Salgado, vereador da Câmara Municipal de Lisboa na área do planeamento e urbanismo. A sugestão não é unânime, gerando críticas entre os membros da oposição no executivo da autarquia. De acordo com o Diário de Notícias, a possibilidade está em cima da mesa para o futuro da capital.

Manuel Salgado explica que Entrecampos tem a tendência de ser, cada vez mais, a estação central de Lisboa, o que poderá permitir "libertar muitas áreas de apoio ferroviárias", podendo estas ser alteradas para fora do centro de Lisboa. Outra hipótese em equação é transformar a área portuária, relocalizando a plataforma de contentores para o Barreiro. Assim, defende o vereador, seria possível redesenhar alguns pontos da cidade e, consequentemente, "ganhar um grande espaço para usufruto público".

Desta forma, Santa Apolónia poderá ser desactivada na totalidade ou apenas parcialmente, mantendo-se o edifício. A zona poderia ser transformada num jardim, mas por agora tudo não passa de uma ideia no papel. Até porque a histórica estação recebe mensalmente uma média superior a 236 mil passageiros, tendo recentemente recebido também uma estação de Metropolitano. Manuel Salgado sublinha, no entanto, que há poucas pessoas vindas do norte a sair em Santa Apolónia, cujo edifício também "está muito desocupado".

Estação centenária

Santa Apolónia cumpriu recentemente os seus 150 anos, servindo a Linha do Norte. É um dos quatro terminais do centro de Lisboa - os outros são Cais do Sodré (Linha de Cascais), Sul e Sueste (Linhas do Sul e do Sado) e Rossio (Linhas de Sintra e do Oeste). Chegou a acolher o serviço expresso internacional entre Lisboa e Madrid, entre 1967 e 1989. Foi também o palco da chegada de Humberto Delgado em 1958, recebido em grande euforia perante a perspectiva de derrotar António de Oliveira Salazar nas eleições desse ano.

Apesar de receber o Metro de Lisboa a partir de 2007, esta já não é a primeira vez que a autarquia de Lisboa equaciona encerrar Santa Apolónia para os comboios. Em 2008, o agora anterior presidente António Costa sugeriu transformar a histórica estação para começar a servir o terminal de cruzeiros. #Transportes Públicos