O Metro de Lisboa adjudicou as obras para terminar a ligação à Reboleira. O valor adjudicado na empreitada foi de 8.795 milhões de euros, respeitando ao troço Amadora Este/Reboleira. A abertura poderá ser ainda este ano. Desta forma, o metropolitano vai servir de forma mais abrangente o concelho da Amadora, o que é visto com bons olhos pela autarquia amadorense.

A assessoria de imprensa do Metro explicou à agência Lusa que as obras para o novo troço exigem diversos tipos de trabalhos, depois de numa primeira fase terem sido investidos perto de 45 milhões de euros no túnel que liga Amadora Este à Reboleira - empreitada esta que chegou a estar suspensa por problemas de financiamento.

Além da ligação a mais um ponto da cidade da Amadora, esta extensão da rede do Metro vai ainda assegurar a ligação da linha Azul com os comboios da linha de Sintra. O metropolitano refere que dá assim seguimento ao "reforço da intermodalidade com a ferrovia", sendo a nona ligação entre o meio de transporte da capital e os comboios.

Abertura chegou a estar agendada para 2010

A abertura da exploração do novo troço do Metro até à Reboleira chegou a estar prevista para 2010, sendo contudo adiada para Dezembro deste ano - isto devido a problemas de financiamento que levaram à suspensão da obra. Agora, apesar dos trabalhos avançarem, o financiamento por fundos comunitários ainda não é uma certeza.

Mais estacionamento, maior segurança, ligação metro-comboios coberta, zonas de estadia, mais iluminação pública. São estes alguns dos benefícios que o prolongamento do meio de transporte até à Reboleira trará à área, obras estas asseguradas pela Câmara Municipal da Amadora. #Transportes Públicos

Obras no Metro

Além da extensão da linha Azul até à Reboleira - que ficará com perto de 14 km de extensão, num total de 18 estações (a mais longa linha de todas) - o Metropolitano de Lisboa está também a investir na linha Verde. Única em que ainda só podem circular composições com três carruagens, está em curso a expansão do cais da estação do Areeiro, sendo posteriormente feito o mesmo a Arroios para que seja possível adoptar composições de seis carruagens.