Durante o surto de alergia que ocorreu na passada terça-feira, na praia de Carcavelos, foram vários os serviços de emergência que se deslocaram ao local para prestar auxílio. No entanto, no final viram as suas viaturas serem multadas indiscriminadamente. Segundo fonte dos Bombeiros Voluntários de Carcavelos, as viaturas ficaram estacionadas num local de estacionamento proibido, apenas porque estavam em serviço de emergência, estando, contudo, devidamente identificadas. "Fomos prestar auxílio a banhistas e durante o serviço alguns populares deram o alerta de que um fiscal da empresa municipal responsável pela fiscalização de estacionamento, a Cascais Próxima, tinha acabado de multar todos os veículos que se encontravam naquela zona e que estavam devidamente identificados como serviços de emergência", revela a fonte.

A mesma fonte indicou que foram avisados durante a acção fiscalizadora, mas que não levaram o aviso a sério. "Vieram alguns populares a correr para avisar que estava um fiscal a passar uma multa no carro do INEM, mas nós nem ligámos muito porque achámos que aquilo seria impossível. Continuámos concentrados no que estávamos a fazer e só quando voltámos ao local das viaturas é que vimos as multas nos vidros dos carros, tudo a eito".

O fiscal terá passado as multas e prosseguido o seu trabalho noutro local, mas acabou por regressar passado algum tempo, segundo nos indicou a mesma fonte. "Ele já lá não estava, mas depois deve ter-se apercebido que fez asneira e voltou para trás. Quando chegou nós ainda lá estávamos e começou a recolher as multas que tinha passado, mas o nosso Comandante não devolveu, nem a dos Bombeiros nem a do INEM, e ainda está a pensar no que irá fazer com elas", prossegue a fonte.

Nesta acção de fiscalização um pouco curiosa, o fiscal multou uma viatura do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), da Capitania de Cascais, dos Bombeiros Voluntários de Carcavelos, da Protecção Civil, de outra empresa municipal, e ainda vários veículos de reportagem, pertencentes a diversos órgãos de comunicação social presentes no local. #Curiosidades