Isaura Amaro conseguiu sobreviver a um disparo de caçadeira do seu ex-marido, em frente à sua casa na passada quinta-feira, dia 23 de Julho, em Mafra, distrito de Lisboa. Segundo avança o “Correio da Manhã”, Jorge Esteves, de 62 anos, já havia ameaçado matar a sua ex-mulher por não suportar a ideia de morrer mais cedo que Isaura. O doente oncológico em fase terminal não queria que a sua antiga companheira desfrutasse do seu património, uma vez que, segundo o Correio da Manhã, o casal coabitava na mesma residência, apesar do divórcio. Isaura Amaro conseguiu sobreviver e o autor do #Crime já está em prisão preventiva.

Isaura, de 59 anos conseguiu levantar-se depois de ter sido atingida na cara com um tiro de caçadeira e gritar por ajuda. Uma vizinha ouviu os pedidos de socorro e chamou rapidamente o INEM. A tentativa de matar a sua ex-mulher por parte de Jorge Esteves foi completamente falhada, visto que a rápida intervenção do INEM e o facto de esta ter sido operada de urgência no Hospital de Santa Maria permitiu que esta sobrevivesse a um ataque selvagem mesmo em frente à sua habitação.

Segundo noticia o Correio da Manhã, Jorge Esteves, doente oncológico em fase terminal, nunca suportou a ideia de morrer mais cedo que a sua ex-companheira, fazendo com que esta aproveitasse tudo o que ele conquistou com o seu trabalho. Por isso mesmo, e depois de várias ameaças, o homem pegou na sua caçadeira e esperou pelo regresso da sua ex-mulher para a matar no meio da rua. O autor do crime disparou uma única vez para a cara da senhora, fazendo com que esta ficasse completamente desfigurada.

Confiante de que a havia matado, Jorge Mendes começou uma fuga com uma viatura, tendo sido apanhado pouco tempo depois por uma Brigada da GNR, que contou com mais de 14 militares - uma verdadeira caça ao homem. Segundo o “Correio da Manhã”, o autor do crime tentou resistir às forças policiais, declarando estar profundamente doente. Jorge Esteves já foi ouvido pelo tribunal, no passado sábado, dia 25 de Julho, e como medida de coacção está preso preventivamente. Isaura Amaro, apesar da cara desfigurada, já estará livre de perigo.