Em Cascais, uma mulher de 81 anos acusa a neta, de 36 anos, de lhe ter roubado cerca de 90 mil euros de casa. Para o roubo, a neta teria drogado a avó para depois a roubar, enquanto esta era assistida no hospital. Quando recuperada, no final da última semana, a lesada apresentou queixa à polícia pelo desaparecimento do dinheiro, acusando a neta que entretanto já tinha partido para a Suíça, país onde está emigrada. Em declarações publicadas no Correio da Manhã, a neta revela agora não ter roubado a avó, muito menos drogado. Admite, no entanto, ter pegado em 30 mil euros para os guardar e depois usá-los para pôr a avó num lar de idosos. 

A polícia está a investigar o caso, o qual poderá ter no relatório clínico um elemento definidor. Se a avó garante que a neta a drogou, já a suspeita refere que apenas deu um copo de água com açúcar à sua avó, uma vez que esta não se estava a sentir bem. Certo, para já, é que a mulher de 81 anos teve de ser assistida no hospital.

Mas se ainda não se tinha refeito do susto, regressada a casa, ainda piorou. A mulher, por desconfiar dos bancos, guardava em casa todas as poupanças que tinha e apenas esta neta, a única que tinha, sabia onde ela guardava o dinheiro. Ao todo, seriam 90 mil euros. Agastada com toda a situação, a mulher terá tentado contactar a neta e foi mesmo a casa desta, mas sem sucesso. Quando finalmente falou com a neta, por telefone, esta terá dito que lhe tinha guardado o dinheiro e que já estava a caminho da Suíça. 

Agora, em declarações ao Correio da Manhã, a suspeita refuta as acusações feitas pela avó. A mulher de 36 anos confirma já ter regressado à Suíça, uma vez que terminaram as suas férias, e admite ter pegado em 33 mil euros e não 90 mil, como a avó falou. "Tirei o dinheiro com o objectivo de o guardar e usá-lo para pôr a minha avó num lar", contou a mulher, citada pelo Correio da Manhã

A suspeita diz ter ficado chocada com as acusações da avó, e nunca ter pensado na hipótese desta levar o caso para a polícia. Alguns vizinhos contaram ao Correio da Manhã que a avó já tinha dado muito dinheiro a esta neta, ajudando-a a construir uma moradia na Suíça e que lhe teria dado ainda o carro da marca Mercedes, que pertencera ao avô da suspeita que entretanto já faleceu.

A polícia está a investigar o caso e a neta garantiu temer ir presa ou ficar sem os filhos. #Família #Crime