O concelho de Sintra viveu hoje uma situação digna de um filme de ficção, mas que infelizmente não o é. Um grupo armado, constituído por sete indivíduos, tentou assaltar uma carrinha de valores junto a um supermercado continente em Lourel. Obrigados a fugir do local, seguiram em fuga na A16 num Audi A3. Entretanto, despistaram-se junto à saída de Algueirão, saíram do carro e efetuaram vários disparos indiscriminados na tentativa de roubar uma viatura para seguir viagem. Mas não correu bem. Um automobilista foi atingido e acabou por morrer no Hospital de Santa Maria.

De acordo com o Correio da Manhã (CM), o gang segue neste momento a bordo de um Citroen C3. A PSP e a GNR estão a persegui-los, efetuando uma violenta caça ao homem na zona de Sintra e Grande Lisboa. Ainda segundo o CM, as autoridades acreditam que estes criminosos possam ser estrangeiros, originários de países de leste e possuir formação militar tento em conta as armas que possuem. Os tiros foram disparados com uma caçadeira de canos cerrados.

A vítima mortal viajava numa viatura com a mulher, sendo que a mesma saiu ilesa. Depois dos disparos, o homem ainda foi capaz de conduzir até à zona de portagens da A16 para pedir ajuda, mas acabou por não resistir aos graves ferimentos, vindo a falecer já no Hospital de Santa Maria em Lisboa.

A tragédia ocorreu na sequência de um assalto a uma carrinha de valores junto a um estabelecimento comercial em Lourel. Não se sabe ainda se os homens chegaram a roubar os valores uma vez que se puseram rapidamente em fuga. Fuga essa que originou um despiste e posteriormente a morte de um condutor inocente que seguia viagem num carro com a mulher.

Conforme noticiou a TSF, uma fonte policial contactada pela Agência Lusa indicou que, após os disparos à vítima mortal, o grupo de criminosos voltou a colocar-se em fuga na A16, saindo mais tarde em direção à zona de Terrugem, ainda em Sintra. O caso está agora nas mãos da PSP e da GNR que reúnem todos os esforços para apanhar os indivíduos responsáveis pela tentativa de assalto e pela morte do automobilista. #Crime #Tragédia