Deflagrou neste Domingo, à tarde, um incêndio no primeiro andar de um prédio com três pisos na zona da Falagueira, freguesia de Falagueira-Venda Nova, concelho da Amadora. O alerta do fogo foi dado por volta das 15h40. No local estiveram 19 homens e oito viaturas dos #Bombeiros Voluntários da Amadora, bem como meios do INEM e alguns elementos da PSP. 

O #Incêndio terá começado no quarto, tendo-se propagado ao resto da habitação, ficando esta sem condições de habitabilidade. Foram registados um morto e sete feridos. A vítima mortal era um idosa de 80 anos que estava acamada. A mulher foi retirada do prédio já em paragem cardiorrespiratória, tendo sida assistida com manobras de suporte básico de vida até à chegada do VMER, mas acabou por não resistir aos ferimentos e foi declarado o óbito ainda no local. 

Um dos filhos da vítima mortal queixa-se que os bombeiros não o deixaram entrar na habitação para que indicasse onde estaria a mãe. O bombeiro diz que tal situação não era possível, pois "em vez de uma vítima, tínhamos duas", reforçando que "nós (bombeiros) temos preparação e equipamento próprio", e "o edifício estava cheio de fumo. Se o senhor entrasse lá sem protecção, tinha ficado lá" . 

Devido à inalação de fumo, dois bebés, um deles com apenas quinze dias e outro com dois anos, tiveram que receber assistência médica. 

Segundo a protecção civil da Amadora, estão neste momento a ser feitos "todos os procedimentos" para realojar as três pessoas que vivam neste 1.º esquerdo, que foi a única habitação afectada por este incêndio. Sabe-se que estas três pessoas eram familiares directos da idosa, que estava acamada e acabou por ser a vitima mortal deste fogo. 

Os restantes cinco feridos foram assistidos no local, e outros dois levados para o hospital com ferimentos leves. Puderam  mais tarde regressar ás suas casas, pois "todo o andar, excluindo o 1º esquerdo, tem condições de habitabilidade".  

O incêndio foi dado como dominado por volta das 16h10. Até ao momento, desconhecem-se quais as suas causas.