São pedaços de uma aldeia transmontana em Lisboa. Do arado aos moinhos, teares e até casas e capelas totalmente mobiladas, tudo réplicas em miniatura da Cidadela de Jalhes, uma aldeia no concelho de Vila Pouca de Aguiar, distrito de Vila Real. São mais 700 peças esculpidas à mão por Albano Silva, que decidiu expô-las na cave de sua casa, convertida em museu desde 1997. Foi o remédio que este transmontano de 70 anos encontrou para apaziguar as saudades da aldeia natal: “Ia deixar a minha terra e então pensei trazer a minha terra comigo, no meu coração e nas minhas mãos”, conta, emocionado, Albano Silva.

Há mais de 40 anos este transmontano viu-se forçado a abandonar a aldeia que o viu nascer para rumar a Lisboa, em busca de melhores condições de vida. Antes de chegar à capital, trabalhou nas minhas de ouro de Jales e combateu no Ultramar, em Moçambique. Mas nunca esqueceu a terra da sua infância. Por isso, decidiu construir um museu da Cidadelha de Jales com “os rios, as fontes, os moleiros, os animais”. Destaca ainda: "O carro de bois que que está aqui, que servia para transportar lenha, estrume e mercadores, era dos meus pais”.

Albano Silva teme pelo futuro do museu

Da aldeia recuperou ainda peças em tamanho real como tapeçarias, balanças, ferro de engomar e utensílios da lavoura. O museu apresenta ainda uma vaca embalsamada e o autorretrato de Albano Silva em escultura de ferro. “Para fazer essa estátua precisei de 69 dias, sozinho, porque nunca precisei de ninguém nem de subsídios”, sublinha.

Albano Silva teme agora pelo futuro do museu quando já não estiver cá. Por isso, gostaria de o doar a uma instituição pública para que a aldeia continue viva em Lisboa: “Além de oferecer todas estas peças, enquanto estivesse vivo gostaria de abrir a porta e contar aos visitantes o que era esta vida”.

O museu, que já foi reconhecido pela Câmara Municipal da Amadora e pelo Governo, está situado na Rua Casal Branco, nº 39, Casal da Mira – São Brás, Amadora. A entrada é gratuita e pode ser visitado todos os dias entre as 9h e as 20h. #Entretenimento #Curiosidades #Artes