Foi no dia 1 de Fevereiro que a #Polícia de Segurança Pública (PSP), em conjunto com a Polícia Judiciária (PJ), realizou no Bairro 6 de Maio, na Damaia, mais uma operação policial de grande envergadura. Esta operação teve início aproximadamente pelas 7.00 e terminou por volta das 09.00 horas. Estiveram no terreno vários elementos da PSP, incluindo o Corpo de Intervenção da Unidade Especial de Polícia (UEP) e da PJ.

Publicidade

A operação em causa visava especificamente a criminalidade violenta, nomeadamente diversos roubos a pessoas em que era utilizada força física e armas, tais como facas e outras, para dominar as vítimas. Esses roubos, além de terem sido realizados na via pública, eram também efectuados em transportes públicos, incluindo comboios e táxis..

Publicidade

Esta operação policial resultou de uma longa e morosa investigação bem estudada, que demorou alguns meses, e que foi levada a cabo pela PJ e pela PSP na sequência de crimes realizados na Amadora em 2016.

Arma de guerra apreendida

Foi durante o desenvolvimento de todas as operações que foram também apreendidos aparelhos electrónicos, como telemóveis e tablets, roupas usadas em assaltos (que constituem provas) e ainda uma arma de guerra, uma espingarda automática G36, igual às utilizadas pelos elementos do Grupo de Operações Especiais (GOE) da UEP.

Simultaneamente, noutros pontos do concelho da Amadora, na Estrada Militar, Casal da Mira e Boba e numa residência em Mira Sintra, concelho de Sintra, foram também efectuadas 21 buscas domiciliárias, avançou o Diário de Notícias, no próprio dia em que ocorreu a operação policial. Essas buscas resultaram em sete detenções e outras cinco pessoas foram sujeitas a reconhecimentos.

Publicidade

Dependendo dos resultados dos reconhecimentos feitos pelas vítimas, e se essas cinco pessoas forem devidamente identificadas e reconhecidas, poderão também ainda vir a ser detidas.

Esta foi mais uma grande operação realizada em conjunto com duas das nossas forças de segurança no âmbito do combate à criminalidade violenta. #PSP e PJ #Crime