Uma mulher, de 41 anos, foi colhida mortalmente por um veículo ligeiro no preciso momento em que pedia por socorro para uma avaria no seu próprio automóvel. O acidente ocorreu na manhã deste sábado, 25 de Fevereiro, no Itinerário Complementar (IC) 19, no concelho da Amadora, distrito de Lisboa. A vítima ainda foi socorrida pelos bombeiros e elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) mas não resistiu aos ferimentos. O condutor do veículo que a atropelou também sofreu ferimentos, mas considerados ligeiros.

Diz o ditado popular que “um azar nunca vem só”. E foi o que aconteceu à automobilista que perdeu a vida pouco antes das 11 horas da manhã de hoje em pleno IC19, no sentido Lisboa-Sintra, próximo das instalações do Estado-Maior da Força Aérea, junto à saída para a Amadora. Devido a uma suposta avaria mecânica, a mulher, de 41 anos, viu-se forçada a parar o seu automóvel na berma daquela via rápida. Depois de sair do interior do veículo e no momento em que estava a colocar o respectivo triângulo de sinalização da avaria e efectuava uma chamada telefónica através de telemóvel para, alegadamente pedir por socorro, a automobilista foi violentamente colhida por um veículo que seguia no mesmo sentido daquele itinerário complementar.

A vítima, que na sequência do #Atropelamento foi projectada para a berma da estrada, foi socorrida pelos Bombeiros Voluntários da Amadora e pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Depois de prestados os primeiros socorros, a automobilista foi transportada em estado bastante crítico para o Hospital Amadora – Sintra, onde terá dado entrada já cadáver. Por sua vez, o condutor do veículo ligeiro de mercadorias que a atropelou também sofreu ferimentos, contudo, considerados ligeiros, tendo sido igualmente transportado à mesma unidade hospitalar.

Devido ao violento acidente, a circulação rodoviária naquele itinerário complementar fez-se de forma condicionada, no sentido Lisboa-Sintra, através do recurso de uma única via, só vindo a ser retomada a normalidade por cerca das 13 horas, após a conclusão dos trabalhos de remoção dos veículos envolvidos e limpeza da via. O #Acidente foi registado pelas autoridades, estando em curso o respectivo processo de investigação no sentido de serem esclarecidas as circunstâncias em que o mesmo aconteceu.