Uma rapariga de 20 anos, de nacionalidade ucraniana, ficou hoje em estado de choque depois do seu filho ter morrido ao cair de um sexto andar. A jovem mãe, grávida de 18 semanas, teve de receber acompanhamento psicológico, assim como outros familiares da pequena criança. O menino estava na casa da avó quando se terá debruçado e caído de uma janela. A mulher ficou em pânico e foi recolher o bebé levando-o para casa. Quando chegaram os socorristas já o bebé estava em paragem cardiorrespiratório não tendo conseguido reverter a situação.

Publicidade

Foi uma manha de choque e de consternação aquela que se viveu neste domingo, 12 de Março, na Quinta da Piedade, na Póvoa de Santa Iria. Ainda não eram 11 horas quando soou o alarme no Comando Distrital das Operações de Socorro da Autoridade Nacional de Protecção Civil. Uma criança de apenas dois anos de idade terá aproveitado uma pequena distracção da avó e caiu da janela de casa, localizada no sexto andar de um edifício da Rua Padre Manuel Duarte, naquele concelho de Vila Franca de Xira, distrito de Lisboa. O menino caiu no chão de uma praceta, nas traseiras do prédio.

Em estado de pânico, a avó da criança foi ao local recolher o corpo do bebé levando-o para o apartamento, dando o alerta e pedindo por socorro através do número de emergência 112. Quando os bombeiros da corporação de Póvoa de Santa Iria e os elementos da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (#INEM) chegaram ao local, encontraram o menino em paragem cardiorrespiratória. Apesar dos esforços e das manobras de reanimação, não conseguiram reverter a situação, tendo sido declarado o óbito.

Quando a mãe da criança, uma jovem de 20 anos, grávida de 18 semanas e mãe de um outro filho com cerca de seis anos, ficou em estado de choque, assim como outros familiares. Perante a situação, o Instituto Nacional de Emergência Médica enviou para o local uma equipa de apoio psicológico. O cadáver da criança foi removido do interior da residência ao final da tarde, depois de realizadas as respectivas perícias por parte das autoridades policiais, tendo sido transportado para o Gabinete de Medicina Legal e Forense. #Óbito #Acidente