Ontem, dia 12 de Abril, foi um dia negro para os motards. Pouco passava das 18h00 quando ocorreu um acidente em São Vicente, na ilha da Madeira, resultando na morte do motociclista. Após embater no muro de protecção, a vítima foi projectada para dentro da Ribeira, caindo de uma altura de cerca de 8 metros. O motard acabou por falecer apesar das tentativas de reanimação por parte dos meios de socorro, nomeadamente a EMIR e os bombeiros locais.

Segundo notícias avançadas, a vítima abandonava a concentração de motards e dirigia-se a casa, quando acorreu o acidente. Apesar do acidente ocorrer já fora da concentração, não deixa de estar ligado à mesma, pois ficará associado às concentrações de motards. Esta é já a segunda morte associada aos motards ocorrida nos últimos anos na Madeira. Com a chegada da Primavera e dos dias propícios aos passeios, especialmente de mota, o número de concentrações de motards aumenta e com elas o risco de acidentes. O motociclismo por si só é uma actividade muito perigosa onde todos os cuidados são poucos.

É sempre bom lembrar, sendo também do conhecimento público, que os clubes de motards possuem regras rígidas que devem ser cumpridas por todos. Existe sempre nas concentrações um líder que impõe o ritmo de andamento, que deve ser cumprido por todos sem excepção. Este tipo de concentrações são convívios dos amantes das duas rodas, que muitas vezes veem estas concentrações associadas ao consumo excessivo de álcool, algo que a ser verdade pode ser muito perigoso.

As associações de motards devem ter medidas extremas para controlar o consumo de álcool, e "limpar" a imagem destas concentrações. Para a posteridade fica mais uma morte, sendo sempre de lamentar a partida de alguém que simplesmente participava num convívio. Em qualquer tipo de concentrações ocorrem incidentes que são considerados normais, tendo em conta a grande aglomeração de pessoas. A coisa mais fácil de acontecer é um acidente numa fracção de segundos pode ocorrer uma morte, sendo que neste caso não existe como corrigir o sucedido. É necessário por parte das associações que organizam este tipo de eventos, um grande planeamento e análise de riscos, prevenindo qualquer possibilidade de acidente.