O Aeroporto da Madeira está hoje mais rico em companhias aéreas, quando hoje (11 de maio), por volta das 17 horas, e após um período de 7 anos de ausência da companhia British Airways, esta retomou a ligação entre Londres e o Funchal. A viagem inaugural foi feita com sucesso, contando apenas com um ligeiro atraso de 20 minutos. A chegada do avião foi assim feita com muita alegria e boa disposição, onde aquando da paragem do avião, dois carros de bombeiros com a mangueiras ligadas disparavam jatos de água sobre o avião que efetuou a rota.

Após a chegada o avião, foi possível ouvir o secretário regional do #Turismo, Eduardo Jesus, destacar o quão satisfeito se encontrava pelo grande empenho feito para recuperar esta ligação que, só para as contas da ilha, contribui com um quota de mercado a rondar o 8,66%. Sendo que cresceu, aproximadamente, 7% em relação ao ano passado, demonstrando uma maior procura pelo destino da Madeira por parte dos britânicos.

O facto desta companhia ter voltado ao ativo na região faz com que se possa explorar um mercado que parece ter muito para dar e por onde crescer, pois segundo dados estatísticos, podemos verificar que, só em 2014, 470 mil britânicos vieram à Madeira, tornando-se este o 2.º destino com mais passageiros, a ocupar 19% das receitar totais do aeroporto.

A companhia irá assim fazer 3 viagens semanais durante o Verão (Segundas, Quartas e Sábados), com a adição de mais 2 a partir do início de Julho, totalizando assim 5 viagens por semana. Relativamente à época mais baixa que é o Inverno, estão previstas 4 viagens semanais. Esta oferta irá assim permitir a compensação que se verificou perante o recuou da TAP em relação a este itinerário. Segundo o que já pode ser previsto, estatisticamente, a companhia irá transportar para a Madeira cerca de 42 mil passageiros e, a longo prazo, mais concretamente até ao Inverno de 2017, irá ter 127 mil cadeiras ocupadas.

Neste momento, o Aeroporto da Madeira, localizado em Santa Cruz abrange, regularmente, cerca de 10 aeroportos das terras de Sua Majestade, variando com a época a decorrer, sendo eles Birmingham, Bristol, Edimburgo, Glasglow, Jersey, Leeds, Londres, Gatwick, Manchester e por fim Newcastle, operando, em média, 27 voos por semana, das companhias easyJet, Jet2, Monarch, Norwegian e Thomson. #Negócios