Cristina Ferreira é uma apresentadora de televisão e empresária, tendo-se revelado como uma das personalidades mais influentes da cena social e mediática portuguesa desta década. "Mulher forte" da TVI, o carisma pessoal de Cristina tem sido um dos principais trunfos na estação de Queluz na manutenção da liderança de audiências televisivias. Cristina foi também a segunda personalidade do mundo a lançar uma revista com o seu próprio nome, depois de Oprah Winfrey. De certo modo, o seu percurso profissional a sua crescente influência sobre o público está a transformá-la na versão portuguesa da célebre apresentadora norte-americana.

Depois de ter feito um curso de apresentação de televisão e de ter feitos alguns diretos na TVI, a participação de Cristina na televisão começou "a sério" em 2004, apresentando o programa matinal Você na TV em parceria com o histórico Manuel Luís Goucha. Vista inicialmente como a "side-kick" do consagrado apresentador (que trazia na bagagem a "Praça da Alegria" da RTP), a nova apresentadora conquistou gradualmente o seu próprio espaço, contribuindo para que o programa se tornasse líder de audiências. O estilo aberto e genuíno de Cristina (que frequentemente relembra ser "uma simples mulher da Malveira") veio mudar o paradigma dos programas matinais, que se tornaram menos formais e mais espontâneos. O próprio perfil de apresentador de Goucha sofreu uma transformação profunda em relação ao formalismo que trazia da RTP, por influência da nova parceira.

Além de apresentadora, Cristina Ferreira veio paulatinamente desenvolvendo um percurso, em consonância com a sua formação académica, no sentido de vir a desempenhar um papel mais relevante em televisão. Como a própria já declarou, quando conheceu Manuel Luís Goucha disse-lhe que um diria viria a trabalhar ao seu lado, o que traduz a sua ambição e determinação. Em 2013 foi nomeada Directora de Conteúdos Não Informativos da TVI.

Aproveitando o sucesso mediático, a apresentadora tornou-se igualmente empresária, tendo lançado um perfume e uma revista. A publicação recebeu várias críticas, pela presença repetida de figuras públicas sem roupa na capa; contudo, a forma como aconteceram (com o futebolista Ricardo Quaresma a reproduzir uma célebre capa de um álbum de José Cid, e a política Joana Amaral Dias em acção de sensibilização política) tem sido relativamente bem sucedida. Em paralelo, a TVI tem divulgado as entrevistas (longas e em formato de diálogo pessoal) com um conjunto diversificado de personalidades (Mariza, Ricardo Araújo Pereira, Marcelo Rebelo de Sousa, Fernando Serrano) que vêm mostrando uma nova faceta televisiva de Cristina Ferreira e uma nova forma de marcar a sua interacção com o público.