O ténis de mesa é um desporto de raquetes, que reproduz em ambiente fechado e de pequenas dimensões o ténis "normal". Inventado no Reino Unido, no século XIX, foi primeiramente designado como "ping pong". Ainda que a expressão actual tenha surgido logo no início do século XX, continua até hoje a ser conhecido sob aquela designação, nomeadamente em Portugal, onde goza de grande popularidade, principalmente no meio escolar. Os recentes sucessos desportivos das selecções nacionais têm ajudado a despertar a opinião pública para a vertente profissional e competitiva do desporto, e nesse sentido a adoptar a expressão mais correcta.

Os campeonatos mundiais desta modalidade começaram a ser disputados em 1926, sendo que na década de 20 a Hungria era a grande potência do desporto. Actualmente, a vertente individual dos campeonatos mundiais é disputada nos anos ímpares e por equipas nos anos pares. Desde 1988, passou a integrar os Jogos Olímpicos.

Tradicionalmente, as competições internacionais são dominadas por jogadores do Extremo-Oriente, principalmente da China e do Japão. Coreia do Sul, Taiwan e Hong Kong são outros países e territórios asiáticos de onde têm surgido os maiores mesa-tenistas mundiais. Além disso, não é raro que jogadores de origem chinesa surjam nas selecções de outros países, na sequência de processos de naturalização - à semelhança do que acontece no futebol, com praticantes de origem brasileira. É o que acontece com as jogadoras alemãs Zhenqi Barthel e Han Ying, as francesas Li Xue e Xian Yi Fang ou a portuguesa Fu Yu.

O ténis de mesa ganhou um novo destaque na sequência da vitória portuguesa no campeonato da Europa (masculino, por equipas), em 2014, disputado precisamente em Lisboa. A selecção composta por Marcos Freitas, João Monteiro e Tiago Apolónia já mostrou que não se tratou de um caso fortuito mas do resultado de um processo de desenvolvimento; já em 2015, a selecção tornou a vencer a nível continental, agora nos Jogos Europeus. Todavia, apesar de o campeonato nacional d a primeira divisão do desporto contar com o Sporting CP e o SL Benfica, a notoriedade da competição é, por enquanto, bastante menor que a da selecção nacional.