Neste momento, deviam existir tréguas entre israelenses e palestinianos, tal como previa o cessar-fogo de 72 horas estabelecido entre Israel e o Hamas (organização palestiniana de orientação sunita considerada por vários países como terrorista), que deveria começar na sexta-feira (1 de agosto de 2014). No entanto, o desaparecimento do suboficial Hadar Goldin de 23 anos em Rafah, que trabalhava na destruição de um túnel utilizado pelo Hamas para atingir os seus inimigos, levou Israel a acusar a organização palestiniana do seu sequestro afirmando não haver condições para continuar com o cessar-fogo. Apesar do Hamas afirmar nada ter a ver com o desaparecimento do militar, Israel bombardeia a cidade de Rafah, local onde desapareceu o seu soldado, causando centenas de mortos.

Publicidade
Publicidade

Estima-se que apenas durante esta madrugada tenha havido 50 mortos. Apelos já foram feitos para a libertação do soldado, nomeadamente por Barack Obama que afirma que "Os EUA condenam com veemência o Hamas e as fações palestinas responsáveis por matar dois soldados israelenses e capturar um terceiro minutos após o cessar-fogo ter sido anunciado". O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, também se manifestou dizendo que sendo verdadeiras as acusações de Israel contra o Hamas, trata-se de uma "grave violação do cessar-fogo", pelo que será difícil chegar a acordo para um novo cessar-fogo com Israel, sendo a libertação do soldado a única saída. A organização palestiniana, contudo, mantém a sua posição afirmando nada ter a ver com o sucedido.

Em resposta a esta situação, o Congresso norte-americano aprovou a ajuda de 167,5 milhões de euros a Israel para que este possa repor o seu sistema antimíssil - a Cúpula de Ferro - visto que este mostrou ser extremamente eficiente e é um sistema de segurança que tem permitido a Israel manter muitos dos seus habitantes a salvo.

Publicidade

Em resumo, este sistema de tecnologia avançado determina a rota do míssil proveniente de Gaza analisando se ele atingirá ou não uma zona habitada, se for esse o caso o míssil é destruído caindo apenas os seus destroços.