Agora é cientifico...a cerveja faz bem...mas tomada moderadamente. Estudos recentes demostraram que a cerveja tem efeito benéfico à saúde do corpo. Uma pesquisa publicada na revista Chemistry & Biodiversity aponta o lúpulo como sendo o responsável pelos benefícios à saúde, agindo até mesmo como anti-inflamatório, quem diria? A nossa cervejinha gelada, tão apreciada no verão, faz bem ao corpo. Mas somente quando for consumida com moderação, o consumo elevado continua sendo prejudicial, causando até cirrose.

Durante a pesquisa cientistas puderam comprovar, através de experimentos feitos com ratos em laboratório, que o lúpulo trás vários benefícios à saúde, sendo bom para inúmeras patologias, tais como: prevenção do desenvolvimento do câncer de mama,  melhora do fluxo sanguíneo cerebral, ajuda a combater formação de coágulos, possui ação anti-inflamatória, é bom no combate a obesidade, inclusive ajudando na eliminação de gordura no fígado e ainda por cima, ajuda a prevenir o desenvolvimento da diabetes, só isto está bom ou quer mais?

De acordo com pesquisadores americanos e europeus, o consumo ideal seria de até 2 canecas de 250 ml para os homens e 1 copo para as mulheres, diariamente.

Publicidade
Publicidade

Todas essas pesquisas baseiam-se na pioneira chamada de Adelaide, nome da cidade australiana, onde foi realizada. Nela, cerca de 85 mil pessoas, durante 30 anos, de idades variadas, foram analisadas. Aquelas que beberam cerveja todos os dias em quantidades moderadas, obtiveram 80% de redução no risco de sofrerem AVC's, infartos ou acidentes cardiovasculares. A cerveja também é rica em vitaminas do complexo B, responsável por queimar carboidratos. Ela faz bem para a musculatura, pois possui minerais em sua composição, como o magnésio e o potássio. Ou seja, ela é o que todos gostariam que fosse, mas somente se não houver exageros.

Minha mãe me contava que na infância, tinha muitos problemas de pele. Por vezes, formaram-se feridas em suas pernas, e remédios alopatas não faziam efeito. A medicina naquela época, por volta dos anos 30, ainda era muito atrasada e talvez por isso fosse tão difícil um tratamento que surtisse efeito.

Publicidade

Um senhor, que tratava as pessoas com ervas medicinais, indicou para meu avô, que utilizasse o lúpulo para a cura das feridas. Não me lembro exatamente de como foi utilizado, ou qual a quantidade e duração do tratamento, mas a cura foi rápida e ela nunca mais sofreu com as feridas, que de acordo com o tal senhor, eram provenientes de algo relacionado ao sangue. Ela sempre afirmou que o lúpulo tinha propriedades curativas, pois ela mesma havia sido curada com ele.

Quanto a famosa "barriguinha de cerveja", segundo os pesquisadores, é um mito. A Dra.Kathryn O'Sullivan, médica de saúde pública no Reino Unido, diz que isso não tem qualquer base cientifica e que o consumo exagerado de qualquer bebida alcoólica eleva o peso corporal. Inclusive confirmou-se que a cerveja é ótima para reidratar atletas após exercícios físicos. De acordo com o Dr. Manuel Castillo Garzón, a cerveja possui em sua formulação 95% de água e uma boa quantidade de potássio, por isso sua capacidade de reidratação.  

Que ela é um poderoso relaxante muscular, e combate o stress, todos os trabalhadores do mundo já sabiam.

Publicidade

O que relaxa mais, após um árduo dia de trabalho, do que um copo de cerveja, principalmente se estiver calor? Você senta com amigos, de preferência, em um gostoso bar, e jogando conversa fora, bebe a sua cerveja gelada, enquanto a mente esquece de problemas e desliga um pouco dos fatores estressantes em sua vida. É claro que sempre com moderação e só para relaxar. Às sextas-feiras e sábados a diversão sempre é melhor, porque pode-se dormir até um pouquinho mais tarde no dia seguinte, mas diariamente um copinho só...já foi comprovado...é ótimo para a saúde. Então, brindemos...à sua saúde!