Tudo aconteceu em Fort Lauderdale, na Flórida (Estados Unidos) que há um mês aprovou mais uma lei que contribui para a criminalização dos sem-abrigo na cidade. Se algumas das regras impostas no início do ano incluem a proibição de dormir em espaços públicos e de solicitar dinheiro aos transeuntes, por exemplo, a nova lei é rígida em relação às ofertas alimentares aos mais desfavorecidos. O município impõe agora a necessidade de autorização do dono da propriedade para a distribuição de refeições públicas, assim como a existência de instalações sanitárias e a necessidade de a distribuição estar a mais de 150 metros de áreas residenciais, assim como de outros locais onde refeições sejam servidas.

Publicidade
Publicidade

Por desconhecimento ou por rebeldia (ou ambos), Arnold Abbott e três dos seus colegas foram detidos pela polícia local, no início de Novembro, após terem oferecido refeições aos mendigos num parque da cidade.

Apesar de as autoridades os terem obrigado a pagar uma coima de 500 dólares (cerca de 400 euros) e de estar iminente um processo que poderá levar os benfeitores a cumprirem uma pena de prisão até 60 dias, Arnold Abbott não tem deixado de distribuir refeições através da organização que lidera desde 1991, a Love Thy Neighbor (Ama o Teu Vizinho, em Português).

"Não tenho medo nenhum. Fui soldado de infantaria durante dois anos e meio. Passei os últimos 50 anos a lutar pelos direitos civis das minorias deste país. Não tenho o mínimo receio de ser preso", contou o responsável aos meios de comunicação social.

Publicidade

"A única coisa que me preocupa [em relação a uma possível detenção] é não haver depois ninguém para alimentar os sem-abrigo lá fora, que é o que faço e o que pretendo fazer enquanto respirar", acrescentou. 

As estimativas apontam para a existência de 10 mil sem-abrigo no município e áreas em redor. Segundo Abbott, os desfavorecidos têm uma preferência especial pelo local devido ao clima ameno, que é o preferido por quem dorme na rua. "São os mais pobres dos pobres, não têm nada, não têm um tecto sobre as suas cabeças. Como podemos mandá-los embora?", questionou, citado pelo The Telegraph, o veterano de guerra de 90 anos, que ganhou duas distinções pelo seu mérito em combate na Segunda Guerra Mundial.

Mesmo com os recentes movimentos de apoio ao benfeitor, incluindo páginas de Facebook e um "Fundo de Defesa" através da rede de crowdfunding Go Fund Me, que conta com mais de 1500 dólares, o presidente do município de Fort Lauderdale, Jack Seiler, garantiu à imprensa que as ordens serão sempre cumpridas em relação aos sem-abrigo, apesar de toda a atenção e dos coros de protesto que o caso tem despertado. 

Ainda assim, o passado pode trazer boas notícias para os membros da Love Thy Neighbor, já que o presidente da associação sem fins lucrativos colocou em tribunal um caso semelhante em 1999. Na altura, Arnold Abbott tinha sido proibido de alimentar os sem-abrigo na praia, mas o tribunal decidiu a seu favor.