Os detectives responsáveis pela investigação do desaparecimento de Madeleine McCann irão entrevistar novamente Robert Murat, o britânico que foi interrogado pela primeira vez pela polícia quando Madeleine desapareceu em 2007. Uma fonte próxima da investigação disse ao The Guardian nesta quarta-feira que Murat tinha sido indicado como uma das quatro testemunhas com quem os detectives da Polícia Metropolitana querem falar, após a Scotland Yard ter reaberto a sua investigação sobre o caso. Nem Murat nem o seu advogado foram ainda contactados pela polícia. "A minha consciência está limpa e eu não tenho nenhum problema de falar novamente com a polícia", disse Murat ao jornal britânico The Guardian, na passada terça-feira.

Publicidade
Publicidade

Quando questionado se estaria preocupado sobre a possibilidade de enfrentar um novo interrogatório, Murat terá respondido que teria coisas mais importantes com que se preocupar, tais como pagar os seus impostos ou até mesmo pintar a casa. Robert Murat é consultor de IT e vive actualmente no Algarve. Há sete anos, durante a investigação policial, foi a primeira pessoa a ser declarado como suspeito, mas nunca chegou a ser preso. Chegou mesmo a receber centenas de milhares de libras dos jornais britânicos a título de indemnização.

De recordar que Madeleine McCann, de Leicestershire (Reino Unido) desapareceu do apartamento de férias da sua família na Praia da Luz, Algarve, durante a noite de 3 de Maio de 2007. Na altura suspeitou-se que a menina se teria levantado pelo seu próprio pé para procurar os pais, que jantavam num restaurante das redondezas, mas rapidamente surgiram suspeitas de rapto.

Publicidade

A polícia portuguesa parecia aceitar que teria sido um sequestro, mas depois de interpretar erroneamente uma análise de ADN britânico, suspeitaram que Madeleine teria sido morta no apartamento. Os McCann foram declarados arguidos em Setembro do mesmo ano, mas em Julho de 2008 o Procurador-Geral de Portugal encerrou o caso. Os jornais britânicos consideraram este caso como "o caso de uma pessoa desaparecida mais relatado na história moderna". O paradeiro da criança permanece desconhecido até hoje. Continua a busca pela verdade: O que de facto aconteceu a Madeleine McCann?