A detenção de José Sócrates por suspeita de corrupção e fraude fiscal é notícia nos meios de comunicação internacionais. A generalidade dos portais online de importantes jornais internacionais de vários países transmite os dados essenciais que são conhecidos até ao momento. O facto de ser um caso de corrupção e fraude fiscal, tratar-se de um ex-primeiro-ministro, as transferências bancárias sem explicação, a detenção à chegada a Lisboa e o interrogatório durante o dia hoje são os os pontos principais. Alguns meios sublinham o facto de se tratar de um primeiro-ministro socialista.

Em França, o Le Monde diz "l'ancien premier ministre José Socrates arrêté pour fraude fiscale." No seu artigo, o jornal lembra que o caso surge poucos depois do caso dos vistos Gold. O Le Monde explica também, na sua edição online, que a investigação não está relacionada com o caso Monte Branco, que levou à detenção de Ricardo Salgado (ex-director do ex-Banco Espírito Santo), e no qual Sócrates chegou a ser suspeito.

Em Itália, o La Reppublica informa que José Sócrates foi "arrestato", "accusato di frode fiscale e corruzione." O jornal italiano aponta também as linhas principais do caso, relativamente à detenção à chegada ao aeroporto de Lisboa, ao interrogatório perante um "giudice istruttore" (juiz instrutor), e que a investigação nasceu de operações bancárias desconhecidas. 

Na Alemanha, o Spiegel intitula "Korruptionsskandal in Portugal: Ex-Premier Sócrates festgenommen", parecendo dar mais ênfase à situação de corrupção neste país da Europa do sul, antes do caso particular de Sócrates. Os alemães relembram também que "Der Skandal erschüttert auch die aktuelle Regierung, Innenminister Miguel Macedo", ou seja, um caso de corrupção poucos dias depois de outro.

Nos Estados Unidos, a famosa CNN informa também que Sócrates foi "arrested in corruption probe." No Reino Unido, a BBC é mais específica, referindo-se à suspeita de fraude fiscal (Portugal ex-PM Jose Socrates held in tax fraud inquiry). E no Brasil, a Globo refere que o ex-premiê de Portugal foi detido por corrupção.

Outros países cujos jornais online deram a notícia incluem o Canadá (The Star), Austrália (The West Australian), Índia (Zee News), Holanda (Financieele Dagblad), e a Suíça (o Neue Zurcher Zeitund, de língua alemã, que intitula "Ex-Ministerpräsident unter Korruptionsverdacht").