O ex-primeiro-ministro José Sócrates viu aplicada a medida de coacção máxima, a prisão preventiva, pelo juíz Carlos Alexandre, na sequência da sua detenção na passada sexta-feira. A acusação é de corrupção, fraude fiscal e branqueamento de capitais. Dois dos outros três arguidos ficam também em prisão preventiva, sendo que apenas o advogado Ferreira fica com obrigação de se apresentar às autoridades. Se a notícia da detenção de Sócrates na sexta-feira já tinha sido assinalada na imprensa internacional, a aplicação de prisão preventiva tornou o caso mais notado ainda por todo o mundo.

Logo às 2h30 da manhã (hora de Lisboa), poucas horas depois do comunicado da Procuradoria-Geral da República, o canal televisivo BBC World News mencionava, entre as 5 'headlines' (notícias em destaque) mundiais a rodar no rodapé, o título "portuguese ex-PM to remain in jail" (ex-PM português permanece na cadeia). 

Em Espanha, o site do El Mundo destaca a notícia como principal manchete na 'homepage', com o título "Prisión preventiva para el ex primer ministro portugués, José Sócrates". O jornal refere que o Ministério Público tem 4 meses para elaborar uma acusação contra o ex-primeiro-ministro, sendo que passado esse prazo deverá ser colocado em liberdade.

O britânico Finantial Times refere também, na sua página dedicada a notícias europeias, que "Portugal's former PM is refused bail" (recusada fiança ao ex-PM). Em França, o Le Monde torna a destacar o caso, como havia feito há dias, mas agora desenvolvido e mencionando "un appartement luxueux à Paris" e toda a base de acusação ao ex-primeiro-ministro. O jornal refere ainda que "les socialistes portugais dans l'embarras" (embaraço para os socialistas portugueses), com as diversas reacções conhecidas nos últimos dias dos principais dirigentes do PS. #Justiça

No Brasil, quer a Folha quer o Estado de S. Paulo continuam também a referir o assunto, com a Folha analisando o caso com algum detalhe e sublinhando as ligações de Sócrates à Octapharma, empresa com grande presença na América Latina. E na Alemanha, o Spiegel Online intitula "Portugals Ex-Premier Sócrates sitzt in Untersuchungshaft" (continua em prisão preventiva).