Quando nos aproximamos desta época existe uma certa ansiedade para decidir onde se irá festejar a passagem do ano, sendo que para muitas pessoas este é um dos dias mais aguardados. Uns escolhem estar no convívio em família, em casa, outros com amigos. Mas uma coisa é certa, quase ninguém gosta de estar sozinho. Mas mais do que isso, é também época de retrospetiva e de planear o futuro. É tempo de parar um pouco para pensar. Não viver por viver.

Desde a neve à praia, em Portugal ou lá fora

Contudo, no que diz respeito a esse dia específico, as escolhas são muitas e variáveis, para todos os gostos e para todas as carteiras.

Publicidade
Publicidade

Pode-se optar por estar ao ar livre, mas também em espaços fechados. Uns escolhem passá-lo no campo, outros na cidade, no casino, na neve ou até na praia… Em território nacional ou além-fronteiras. Uns rumam à Madeira, aos Açores, ao Algarve, outros viajam até à Serra da Estrela ou ao Gerês ou até Lisboa, Porto, Coimbra, onde as ofertas também são de todos os tipos. Para quem gosta de música, na capital, os Xutos e Pontapés atuam no Terreiro do Paço. Já no Porto é a vez dos Clã e Expensive Soul presentearem a todos na Avenida dos Aliados. Lá fora, as ofertas também são apelativas e algumas a preços convidativos. Pode-se ir até Paris, Londres, Amesterdão sem pagar muito.

Mas nesse dia outra das atenções prende-se também com a aparência. Afinal ninguém gosta de estar mal vestido nesse dia.

Publicidade

Para as mulheres: vestido curto ou comprido, tons mais claros ou mais escuros conforme o local, acessórios e maquilhagem a combinar. Cada pessoa com o seu estilo. Os homens também se preocupam cada vez mais com a aparência e gostam de estar à altura.

Todavia, mais que um dia de passagem para um novo ano, que seja uma época de retrospetiva, do que fizemos de forma positiva e negativa, do que poderíamos ter mudado ou melhorado, de traçar metas e objetivos, pois viver sem metas é como correr atrás de "nada". São os sonhos que comandam a vida e nos fazem olhar para a frente e acordar todos os dias com vontade de lutar. #AnoNovo2016