Parece que anda aí a febre dos SUV; para quem não sabe, SUV (do inglês Sport Utility Vehicle) significa "veículo utilitário desportivo". É um tipo de automóvel com características dos veículos de passeio e dos veículos todo o terreno (off-road) aliando conforto, espaço e versatilidade. A Mercedes, não querendo deixar escapar esta oportunidade, presenteia-nos com o inovador e novíssimo GLE, substituto do actual Mercedes ML. De inovador nada tem, pois é praticamente um GLA esticado, com facelift de BMW X6 e consola interior semelhante ao do Volvo xc90. Ora isto leva-nos a pensar que a marca de Estugarda anda a perder qualidades ou já não sabe como inovar os seus modelos; ou então pegam na concorrência e metem na Bimby durante 10 minutos na velocidade 6.

Publicidade
Publicidade

Mesmo assim, o GLE não deixa de ser um óptimo SUV. Apesar da falta de inovação do design, não deixa de ser um Mercedes, carregado de apetrechos, tecnologia e conforto a que a marca sempre nos habituou. Possui versões a diesel e gasolina, com uma potência que varia entre 190 kW e 270 kW. O modelo topo de gama é o GLE 450 AMG, com um motor V6 biturbo e com potência de 270 kW e 520 Nm a partir das 1400 rpm. Tem como equipamento de série o sistema Dynamic Select, com porta bagageira Easy-Pack de abertura e fecho eléctricos, sistema de estacionamento com câmara de marcha atrás e sistema de travagem BAS Plus. Inclui também o assistente de curva dinâmico e assistente de ventos laterais.

A escolha pode ser feita entre várias opções de acabamentos em pele e packs como o confort e exclusive, sem esquecer a linha AMG sport, com as suas potentes jantes de 22".

Publicidade

Sendo substituto do ML, o novo GLE vai encaixar na classe E. Só não sabemos ainda os preços, mas serão decerto mais caros que qualquer um da classe.

Cada vez noto mais que as marcas se aproximam no design exterior, dado as normas de seguranças que são impingidas aos fabricantes e que são criadas para protecção de pedestres, segurança dos ocupantes e ambiente. Receio que no futuro andemos todos como os irmãos Dalton (iguais e às risquinhas). #Negócios #Automobilismo