Foi durante o discurso de ontem sobre o Estado da União, que Barack Obama se dirigiu ao Congresso e deixou tudo muito claro. O presidente norte-americano referiu-se às alterações climáticas como a "maior ameaça para as gerações futuras". E eis que pensei: "Finalmente!". Tanto para dizer acerca do tema e uma simples frase bastou para fazer títulos de notícias e deixar as pessoas a pensar, pela primeira vez, que o verdadeiro inimigo é aquele que mais temos ignorado e que insistimos em manter à margem das preocupações.

Eu sei que o que ouvem é sempre o mesmo e que a atitude é igual numa grande maioria da população: "o tempo está a mudar"; "ninguém controla a #Natureza"; "é só daqui a milhares de anos".

Publicidade
Publicidade

Aqui está o grande erro. Um erro que nos pode sair muito caro. Um dos aspectos mais problemáticos das alterações no clima é que estas estão a acontecer de uma forma muito rápida. Torna-se cada vez mais complicado medir e analisar os seus efeitos no Planeta, nas pessoas e no nosso dia-a-dia. Esta realidade é actual, não é algo que só acontece no cinema quando o assunto é o futuro.

Posso mencionar vários impactos para vos alertar, mas o que na verdade importa é passarem da teoria para a prática. Só podemos confrontar uma ameaça quando acreditamos que ela é real, só fazemos a mudança quando temos um motivo que nos faça "correr pelas nossas vidas". E se vos disser que só nos últimos 30 anos duplicaram os casos de secas? Se vos disser que 2014 foi o ano mais quente de que há registo? Será que vão ficar mais preocupados quando vos disser que os países pobres serão os mais afectados por este fenómeno? Muito devido aos prejuízos que as alterações climáticas trazem para o sector agrícola e ao aumento no nível médio da água do mar.

Publicidade

Se há por aí quem tenha receio das tempestades, é melhor saberem que as alterações climáticas acentuam os seus efeitos. O que podia há uns anos atrás ser uma precipitação fraca agora pode ser uma catástrofe. Os ecossistemas, desde as florestas aos glaciares, estão a sofrer com as consequências e nós estamos a sentir isso também. Há cada vez mais doenças e contaminações espalhadas na Humanidade. Há países que estão a perder muito na suas economias, a agricultura e a pesca já não são o que eram.

Há muito que podemos fazer. Esta é a grande missão que temos de agarrar, por nós e pelos nossos. Nunca na História enfrentamos uma crise ambiental tão grande e se não agirmos rapidamente, não há volta a dar. A vida na Terra está a ser transformada pelas alterações climáticas e sim "o clima está maluco" como se diz por aí. Não importa de onde vens, a tua idade, a tua crença ou religião. Este assunto é do interesse de todos, o Planeta precisa da tua energia. Afinal de contas, se a Terra desaba não nos resta outra casa. Informa-te, muda os teus hábitos de vida, espalha a mensagem. Dá voz a quem não a tem, faz o que tem de ser feito. Ainda há esperança, eu acredito que o futuro pode ser brilhante e limpo. E tu, estás comigo?

#Ambiente