A Casa dos Segredos é um dos programas com mais audiências no momento em Portugal. O programa tem como base a falsidade, a discussão e o confronto das personalidades dos concorrentes, sejam reais ou impostas. Na verdade é um programa de sucesso, ou não fosse ele criado de modo a levar o telespectador a ficar "grudado" ao ecrã. A escolha dos participantes é realizada com base no carácter das pessoas, privilegiando as problemáticas e os conflitos. Neste novo programa, designado de Desafio Final, que junta participantes das diversas casas, podemos ver que os participantes das casas anteriores estão fisicamente diferentes: as "senhoras" praticamente todas recorreram a cirurgias, enquanto os "homens" se apresentam mais musculados.

O físico é algo muito importante, tentando-se criar corpos perfeitos e atractivos, mas estão estes corpos perto da perfeição? Muitos de nós desejamos corpos assim, mas qualquer praticante de musculação facilmente verifica que não existe ali perfeição, especialmente nos homens.

Publicidade
Publicidade

Todos os frequentadores assíduos de ginásios já ouviram o termo "Homem Galinha", muito utilizado especialmente no Brasil. Este termo aplica-se a todo aquele atleta ou praticante que foca os seus treinos na parte superior do corpo, deixando a parte inferior para segundo ou terceiro plano, e até mesmo esquecida. Estes são o tipo de homem deste desafio final: os "Homem Galinha".

As cirurgias plásticas são benévolas, mas nestes casos existem exageros por partes das participantes. A facilidade com que, de um ano para o outro, surgem muitas concorrentes com cirurgias realizadas, dá a noção aos telespectadores que é tudo fácil, mas não é. Especialmente quando, durante os programas, se abordam temas sobre as dificuldades financeiras de alguns participantes. No caso destas pessoas não terá existido nenhum tipo de aconselhamento aquando da decisão de alterar a sua forma física.

Publicidade

E as cirurgias estéticas necessitam de um acompanhamento psicológico, pois são decisões permanentes, e nalguns casos irreversíveis, cirúrgica ou financeiramente. Relativamente ao desenvolvimento físico, um profissional formado na área desportiva não pode dar aconselhamento ou acompanhar alguém no exercício físico, sabendo que o resultado será uma desproporcionalidade corporal. Antes de alguma decisão é sempre importante reflectir muito, pois o mundo da #Televisão focado nas audiências é algo idealizado.